UOL Entretenimento Cinema
 
28/01/2010 - 07h03

Dwayne "The Rock" Johnson levanta voo em "O Fada do Dente"

CINDY PEARLMAN
Do Hollywood Watch

Para um herói de ação, trajes importam. Dwayne "The Rock" Johnson já fez sua cota de filmes de ação e ele sabe a importância de uma camisa rasgada e uma mancha de sangue estrategicamente posicionada. Por isso, ele chegou ao seu filme mais recente com um olhar atento ao figurino, dado que  tem uma quantidade acima do habitual de efeitos especiais."Eu quero que me vejam da forma mais engraçada que poderiam imaginar, como a Fada do Dente", diz ele.

  • Divulgação

    Jogador de hóquei (Dwayne Johnson) é ''condenado'' a trabalhar como uma Fada do Dente

Sim, a Fada do Dente. Em seu novo filme para a família, "O Fada do Dente", o figurino de Johnson inclui uma saia tutu e uma varinha de condão. E, sim, asas, apesar de que o voo não fará ninguém pensar no Super-Homem. "O engraçado é que eu realmente sofri uma lesão séria no ombro durante o filme", explica Johnson. "Uma das minhas asas simplesmente cresce - é uma bela asa. A outra é meio problemática e não cresce corretamente. Essa asa me faz voar de forma estranha e trombar nas coisas."

TRAILER DO FILME "O FADA DO DENTE"

Espere bastante humor pastelão em "O Fada dos Dentes", nos cinemas desde 22 de janeiro e co-estrelado por Julie Andrews, Billy Crystal e Ashley Judd. Johnson, 37 anos, interpreta Derek "Fada do Dente" Thompson, um brutamontes do campeonato de hóquei cujo apelido vem de seu jogo violento no gelo e seu efeito nos dentes dos jogadores adversários. Mas quando ele estraga as esperanças de uma criança, Thompson é "sentenciado" a uma semana como uma verdadeira fada do dente.

Por trás do pastelão, é claro, há uma mensagem mais profunda sobre a importância de não estragar os sonhos dos outros, incluindo o seu próprio. "Eu realmente quis fazer esse filme por causa do roteiro e porque realmente era engraçado. É um filme com coração e humor, além de um pequeno toque de fantasia, que adoro nos filmes."

Após uma série de filmes de ação como "O Escorpião Rei" (2002), "Bem-Vindo à Selva" (2003), "Com as Próprias Mãos" (2004) e "Doom - A Porta do Inferno" (2005), Johnson ultimamente se voltou para os filmes para a família, obtendo sucessos como "Treinando o Papai" (2007) e "A Montanha Enfeitiçada" (2009).

"Não foi uma escolha consciente", diz ele durante uma entrevista em um hotel em Los Angeles. "Eu não digo: 'Vou fazer uma série de filmes para a família'. Foi apenas um dos bons roteiros que chegaram até mim e eu quis filmá-lo. Ao mesmo tempo, pretendo voltar aos filmes de ação. Estou fazendo um no momento."

Johnson cresceu assistindo filmes com seus pais em Hayward, Califórnia. Filho do lutador Rocky Johnson, ele também viajava pelo país para assistir seu pai no ringue. Seus planos para o futuro envolviam futebol americano: um craque do colégio, ele recebeu uma bolsa de estudos pela Universidade de Miami e parecia estar a caminho da NFL, a liga profissional americana. Mas uma lesão nas costas arruinou seus sonhos e após uma breve passagem pela Liga Canadense de Futebol, abandonou o campo para virar um lutador profissional.

Inicialmente lutando como Flex Kavanah pela U.S. Wrestling Association, logo passou para a World Wrestling Entertainment como Rocky Maivia, um nom que logo deu lugar a The Rock. Neste personagem, Johnson se tornou um dos astros mais populares da WWE, conhecido por ameaças bombásticas como "Você consegue cheirar o que o Rock tá cozinhando?"

Desde que Hulk Hogan deu o salto, os lutadores estão com um olho no cinema. Johnson fez sua estreia em "O Retorno da Múmia" (2000), no qual aparecia brevemente para introduzir o personagem que interpretaria em "O Escorpião Rei". Posteriormente ele fez uma série de filmes de ação, além de comédias como "O Outro Nome do Jogo" (2005), "Southland Tales - O Fim do Mundo" (2006), "A Gangue Está em Campo" (2006) e "Agente 86" (2008).

Ele teve sua cota de fracassos de bilheteria, Johnson reconhece, mas ele aprendeu a não encará-los de modo pessoal. "Toda vez que você cobra uma falta, nem sempre faz gol. Às vezes, você faz; às vezes, não. Não dá para encarar isso de forma pessoal e deixar se consumir. Nas poucas vezes em que aconteceu comigo, eu segui em frente pensando que, na próxima vez, o filme encontraria seu público."

Seu próximo trabalho não será para a família: Johnson co-estrelará com Billy Bob Thornton em "Faster", interpretando um ex-presidiário que "deseja vingar a morte de seu irmão, que foi assassinado 10 anos antes quando os dois foram traídos durante um assalto", diz Johnson. Thornton interpreta um policial no rastro do ex-detento.

É um filme violento, 'do tipo que Johnson não assistirá com sua filha de 8 anos, mas tudo bem. Simone Alexandra prefere ver seu pai como... Branca de Neve? "Minha filha diz, 'Papai não deveria ser o Príncipe Encantado. Papai deveria ser a princesa'", Johnson diz rindo. "Eu sou um pai... eu sou uma massinha de modelar nas mãos dela."

Tradutor:
George El Khouri Andolfato

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host