UOL Entretenimento Cinema
 
18/04/2010 - 01h34

EUA e França dividem melhor filme estrangeiro no É Tudo Verdade; "Terra Deu, Terra Come" vence competição brasileira

Da Redação
  • Cena do filme Terra Deu, Terra Come, vencedor da competição brasileira do É Tudo Verdade

    Cena do filme "Terra Deu, Terra Come", vencedor da competição brasileira do É Tudo Verdade

O Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade anunciou neste sábado (17) os vencedores de sua 15ª edição. “Foi mais um grande ano para a cultura do documentário no Brasil”, afirmou Amir Labaki, fundador e diretor do festival. “A premiação distingue cineastas renomados e uma nova geração. Melhor impossível”.

O júri internacional foi formado por Bill Nichols, Marek Hovorka e Yoav Shamir. O júri brasileiro foi constituído por Andréa Pasquini, Carlos Eduardo Lourenço Jorge e Mariza Leão.

O É Tudo Verdade 2010 apresentou 72 documentários, dos quais 32 participaram das mostras competitivas, selecionados entre mais de 1000 títulos inscritos.

Os premiados do É Tudo Verdade 2010 são:

Melhor filme da competição internacional de longas e médias-metragens:

- “La Danse, O Balé da Ópera de Paris”, de Frederick Wiseman (EUA/França), e “O Homem Mais Perigoso da América: Daniel Ellsberg e os Documentos do Pentágono”, de Rick Goldsmith e Judith Ehrlich (EUA).

Melhor filme da competição internacional de curtas-metragens:

- “A Escuridão do Dia”, de Jay Rosenblatt (EUA).

Menção honrosa: “Notas sobre o Outro”, de Sérgio Oksman (Espanha).

Melhor filme da competição brasileira de longas e médiasmetragens:

- Prêmio CPFL Cultura / É Tudo Verdade: “Terra Deu, Terra Come”, de Rodrigo Siqueira.

Melhor filme da competição brasileira de curtas-metragens:

- “Querida Mãe”, de Patrícia Cornils.

Menção honrosa: “Karl Max Way”, de Flávia Guerra e Mauricio Osaki.

Os prêmios paralelos do É Tudo Verdade 2010:

Prêmio de Aquisição Canal Brasil (para curtas-metragens da disputa nacional):

- “Mãos de Outubro”, de Vitor Souza Lima.

Prêmio ABD-SP (para curtas-metragens da disputa nacional):

- “Mãos de Outubro”, de Vitor Souza Lima.

Pela primeira vez, o filme vencedor da competição brasileira de longas e médias-metragens/Prêmio CPFL Energia - É Tudo Verdade, concedido a “Terra Deu, Terra Come”, de Rodrigo Siqueira, será apresentado simultaneamente na terça (20), em três capitais: Brasília, Porto Alegre e Recife.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host