UOL Entretenimento Cinema
 
16/06/2010 - 10h00

Fã de futebol e de Cristiano Ronaldo, Chlöe Moretz fala como foi interpretar a letal Hit Girl em "Kick Ass"

ALESSANDRO GIANNINI
Editor de UOL Cinema
  • Os atores Aaron Johnson e Chloe Moretz em cena do filme ''Kick-Ass - Quebrando Tudo''

    Os atores Aaron Johnson e Chloe Moretz em cena do filme ''Kick-Ass - Quebrando Tudo''

Com quatro irmãos mais velhos e dois deles na indústria americana de cinema, Chlöe Moretz não poderia ter destino diferente para sua carreira. E a menina começou bem. Depois de algumas pequenas participações em filmes como "(500) Dias Com Ela", em que faz o papel de melhor amiga do protagonista, Chlöe abraçou, aos 11 anos, aquele que considera o grande personagem e o maior desafio de sua vida profissional: a Hit Girl, de "Kick Ass - Quebrando Tudo", que estreia na próxima sexta (18).

Claro que se trata de um exagero, já que o filme de Matthew Vaughan promete mais do que realmente entrega. O diretor, cujas principais realizações são "Layer Cake" e ter conseguido se casar com Claudia Schiffer, mira em um alvo e acerta literalmente no próprio pé. Ao tentar colocar em discussão o grau de alienação dos jovens, a extensão cada vez maior da adolescência e a loucura da identificação com heróis de poderes sobrehumanos, ele perde completamente a mão e segue um caminho totalmente diferente, mais espetacular, chocante e exibicionista - no pior sentido.

Inspirado na minissérie em quadrinhos de Mark Millar (texto) e John Romita Jr. (desenhos), "Kick Ass" foi desenvolvido paralelamente no papel e na tela. Vaughn fez algumas pequenas mudanças nos personagens e na história para atenuar o conteúdo mais cruento elaborado por Millar. A Hit Girl de Moretz chama a atenção por sua natureza peculiar: uma garotinha órfã de mãe, criada e treinada pelo pai, Big Daddy (Nicolas Cage), para ser uma justiceira e ajudá-lo em seu projeto pessoal de vingança contra traficantes que arruinaram a sua vida.

TRAILER DO FILME ''KICK-ASS - QUEBRANDO TUDO''

Moretz interpretou a personagem aos 11 anos, mas já havia completado 13 quando concedeu a entrevista a seguir a um grupo de jornalistas estrangeiros do qual o UOL Cinema fez parte. Nela, a jovem atriz falou de sua rotina no set de filmagem, de como se preparou para o papel de Hit Girl, de sua relação com as armas que empunhou em cena e de como se espelhou em Natalie Portman, a quem foi comparada mais de uma vez. Falou também que seus próximos trabalhos no cinema serão sob a batuta de gente importante. Ela estará em "The Invention of Hugo Cabret", próximo projeto de Martin Scorsese, e na refilmagem americana de "Deixe Ela Entrar", o filme sueco de vampiros que fez sucesso no circuito de festivais pelo mundo. 

UOL Cinema - Quantos "palavrões" você aprendeu durante as filmagens?
Clhöe Moretz -
O que você quer dizer com "palavrões"?

UOL Cinema - Xingamentos, blasfêmias e tudo mais.
Chlöe Moretz -
Ah! [Risos] É apenas um papel. Nunca em um milhão de anos eu usaria essas palavras. Se eu usasse uma fração do que falei no filme na vida real, certamente ficaria de castigo para o resto da minha vida.

UOL Cinema - Que tipo de reações você identificou até agora?
Chlöe Moretz -
Até agora, as pessoas gostaram do papel, o que é fantástico, porque eu dei o sangue por isso. Estou satisfeita por estarem gostando.

UOL Cinema - Ninguém disse a você algo do tipo: "O que você está fazendo? Isso é uma irresponsabilidade!".
Chlöe Moretz -
Não, não mesmo. Vejo como um papel. E foi um desafio para mim. Sabia que ia colocar à prova minha capacidade de interpretação. Por isso, me atraiu.

UOL Cinema - O que mais te desafiou no papel?
Chlöe Moretz -
Tive que pensar muito em termos de corografia e manter no meu corpo, no meu rosto, uma fluidez para dar a ideia de que era eu em todos os momentos e não que havia feito aquelas mesmas cenas 25 mil vezes e empacado em todas elas.

UOL Cinema - O que você teve que aprender?
Chlöe Moretz -
Bem no comecinho, eles [a equipe de produção] fizeram eu me exercitar, mais coisa físicas. Quanto mais íamos nos aprofundando, eles começaram a me ensinar outras coisas, como usar o bastão e coisas assim, além da coreografia [de luta].

  • Divulgação

    Chloë Moretz durante cena do filme "Kick Ass - Quebrando Tudo", de Matthew Vaughn

UOL Cinema - Qual foi a reação de seus pais?
Chlöe Moretz -
Minha mãe leu o roteiro antes mesmo de irmos atrás do papel. Ela havia lido muito antes de mim e sabia que era um papel que trazia desafios para mim e que seria transformador. E quando eu li, logo me apaixonei pela Hit Girl. Quando eu e minha família recebemos a notícia de que Matthew havia me escolhido ficamos loucos de alegria.

UOL Cinema - Você sente que tem sorte por seus pais te darem tanta liberdade para fazer o que faz?
Chlöe Moretz
- Toda a minha família me apóia cem porcento. Meu irmão, na verdade, é meu preparador. É quase um esforço familiar.

UOL Cinema - Quantos anos ele tem?
Chlöe Moretz -
Ele tem... 22 anos. É que tenho quatro irmãos, então, às vezes, eu misturo as idades.

UOL Cinema - Você tem membros da família na indústria de cinema?
Chlöe Moretz -
Como eu disse, meu irmão Trevor [Duke, que também é ator]. Meu irmão Collin é roteirista. Meus irmãos Ethan e Brenan não estão na indústria.

UOL Cinema - E seus pais?
Chlöe Moretz -
Eles são médicos.

UOL Cinema - O que você gosta de fazer quando não está trabalhando? É mais comportada ou moleca?
Chlöe Moretz -
Eu sou meio a meio. Gosto de ir em pré-estreias e colocar esses vestidos gigantescos da Givenchy, mas também não tenho medo de pular em uma piscina de lama.

UOL Cinema - Com o vestido?
Chlöe Moretz -
Exatamente! É isso aí. [Risos] Acho que ficaria mortificada se fizesse isso com um vestido Givenchy.

UOL Cinema - Você brincava de bonecas quando era pequena?
Chlöe Moretz -
Na verdade, quando eu era mais nova, por ter quatro irmãos mais velhos, ao invés de ficar dentro de casa brincando de bonecas, eu estava na rua jogando basquete, futebol, sempre fazendo coisas mais físicas e nervosas.

UOL Cinema - Você gosta de futebol?
Chlöe Moretz -
Gosto. Na verdade, eu jogava futebol.

UOL Cinema - Tem um filme em que você joga futebol, não é?
Chlöe Moretz -
Sim, "(500) Dias Com Ela". Isso faz uns dois anos, mas com o volume de trabalho eu acabei deixando um pouco de lado. Mas eu jogo com meus irmãos basquete, futebol, futebol americano.

UOL Cinema - E qual o time de futebol que você mais gosta?
Chlöe Moretz -
Acho que não vou fazer feio se disser o Chelsea, certo?

UOL Cinema - Eu sou brasileiro, então, para mim não faz muita diferença.
Chlöe Moretz -
Então, está explicado! [Risos] Quem é aquele cara, um jogador, acho que é português, com os cabelos espetados?

UOL Cinema - Cristiano Ronaldo?
Chlöe Moretz -
Sim, isso mesmo. Ele é muito bom. Vou torcer para ele.

UOL Cinema - Como foi trabalhar com Nicolas Cage?
Chlöe Moretz -
Foi fenomenal. Ele é literalmente um dos caras mais simpáticos que eu conheci. Ele é tão sincero e doce. Você sempre aprende coisas com pessoas como ele.

UOL Cinema - Como por exemplo?
Chlöe Moretz -
Pela maneira como ele entra no personagem. Como ele se transforma em Damon. Ele é Nicolas Cage, o cara mais doce e sincero que você pode conhecer. E no segundo seguinte, quando entra no set, se transforma em Damon! É muito legal ver essa transformação, essa diferença.

UOL Cinema - Qual foi a primeira cena que vocês rodaram juntos?
Chlöe Moretz -
A primeira cena que rodamos juntos foi no moinho. É a primeira cena do filme e foi a primeira vez que o encontrei. É quando ele atira em mim. "Muito prazer!" e bum! [Risos] Foi muito divertido.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host