UOL Entretenimento Cinema
 
24/08/2010 - 07h00

Diretor de "Harry e Sally" mostra confusões sentimentais de casal adolescente em ''Flipped''

ANA MARIA BAHIANA
Especial para o UOL, de Los Angeles, EUA
  • Adolescentes vivem romance em ''Flipped'', dirigido por Rob Reiner

    Adolescentes vivem romance em ''Flipped'', dirigido por Rob Reiner

Rob Reiner leu pela primeira vez o livro "Flipped", de Wendelin Van Draanen, ao lado do seu filho do meio, Nick, como parte do trabalho de férias do garoto. “O trabalho da escola era que pai e filho lessem o livro juntos, e depois compartilhassem suas impressões”, Reiner recorda. “E a verdade é que assim que comecei a ler deixou de ser um dever de casa – amei o livro. Minha primeira reação foi: Uau! Mas é exatamente assim que me senti a primeira vez que me apaixonei, quando tinha 12 anos. Exatamente!”

"Flipped" conta o relacionamento entre dois vizinhos e colegas de escola, a menina Juli e o garoto Bryce, dos 7 aos 13 anos. Juli apaixona-se instantaneamente por Bryce assim que o caminhão de mudança chega ao bairro; Bryce demora seis anos para descobrir a garota inteligente, generosa e linda que Juli é e, finalmente, sentir o mesmo amor. A história é contada do ponto de vista de ambos, alternadamente, criando aos poucos o universo interior dos dois, e a evolução de atitudes de meninas e meninos com relação ao sexo oposto.

Reiner diz que este foi mais um motivo para ele se encantar com o texto: “Eu sempre digo que estou fazendo o mesmo filme há anos. 'Harry e Sally- Feitos um Para Outro', 'Garota Sinal Verde', 'A Princesa Prometida', são todos a mesma história: a história de como as mulheres são sábias e maduras e os homens são uns idiotas e não sabem de nada. Como as mulheres tem a noção clara do ser humano como um ser emocional e amoroso, e os homens precisam de muito, muito tempo para perceber que diabo está acontecendo. De como, basicamente, as mulheres tem que arrastar os homens para a maturidade, tem que ter muita paciência com eles até que eles se orientem, passem a barreira das coisas superficiais e descubram, 'uau, mas que mulher incrível ela é!'.”

Guiado pela inspiração, Reiner adaptou o livro de Van Draanen para o cinema, colocando a história na virada dos 1950 para os 60, quando ele mesmo tinha 12 para 13 anos. “O livro se passa nos dias de hoje, e a primeira coisa que me chamou a atenção é como, na verdade, nada tinha mudado. A geração do twitter e dos celulares tem os mesmos desejos e problemas e complicações da minha. Somos todos muito parecidos quando se trata das coisas do coração.”

TRAILER ORIGINAL DO FILME "FLIPPED"

Consciente das imensas dificuldades e barreiras para um filme intimista, sem efeitos especiais ou 3D, Reiner produziu "Flipped" por menos de 14 milhões de dólares, com recursos levantados independentemente. Seus dois protagonistas são maravilhosos atores estreantes: a norte americana Madeline Carroll, hoje com 14 anos, e o australiano Callan McAuliffe, que agora está com 15. O resultado é um filme delicado e delicioso, com ecos de "Conta Comigo": “Estou com 64 anos e não tenho mais tempo para fazer o que não gosto. 'Conta Comigo' era uma celebração da vida, e este também é. O resto, realmente, não me interessa.”
 

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host