UOL Entretenimento Cinema
 
28/08/2010 - 13h50

Cerimônia de encerramento premia filmes participantes do Festival de Curtas

EDU FERNANDES
Colaboração para o UOL
  • Curta de Simon Lelouch, 7.57 Am-Pm foi um dos10 filmes estrangeiros mais bem cotados pelos espectadores no Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo

    Curta de Simon Lelouch, "7.57 Am-Pm" foi um dos10 filmes estrangeiros mais bem cotados pelos espectadores no Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo

Mesmo sem tem um caráter competitivo em sua concepção, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo entregou algumas premiações na noite de ontem (27) em cerimônia realizada na Cinemateca Brasileira. As honrarias são oferecidas por parceiros do evento. O público tem participação na escolha do premiados.

Os 10 filmes estrangeiros mais bem cotados pelos espectadores foi:

"41", de Massimo Cappelli
"20 Anos", de Bárbaro Joel Ortiz
"7:57 a.m/p.m", de David Lelouch
"Fora do Rebanho", de Matteo Gariglio
"Eu Amo Luci", de Colin Kennedy
"O Cinematógrafo", de Tomek Baginski
"Las Pelotas", de Chris Niemeyer
"Ela não Me Ama", de Martin Piroyansky
"O Homem de Seis Dólares e Meio", de Mark Albinston e Louis Sutherland
"Salto Mortal", de Arne Toonen

Já entre os brasileiros, os eleitos pelos frequentadores do Festival foram:

"Avós", de Michael Wahrmann
"Babás", de Consuelo Lins
"Bailão", de Marcelo Caetano
"Carreto", de Marília e Claúdio Marques
"Eu não Quero Voltar Sozinho", de Daniel Ribeiro
"Janela Molhada", de Marcos Enrique Lopes
"Lembrança", de Maurício Osaki
"Ninjas", de Dennison Ramalho
"No Balanço de Kelly", de André Weller

Todos esses vinte filmes farão parte do DVD oficial da mostra. O juri indicado pelas empresas parceiras do Festival escolheu o filme que recebeu o Prêmio Revelação entre os curtas das sessões Cinema em Curso e Panorama Brasil, realizados por estudantes de cinema. O juri decidiu por premiar "Mar Exílio", que recebeu uma série de serviços para a produção de novos curtas, entre eles aluguel de equipamento e processos de pós-produção. O juri ainda concedeu duas menções honrosas: "O Paraíso em Suas Mãos", de Caroline Guideggui Costa, e "Avós", de Michael Warmann.

O Canal Brasil ofereceu o Prêmio de Incentivo ao Curta Metragem de R$ 15 mil para "Magnífica Desolação", de Fernando Coimbra. O curta será exibido na programação do canal. Nos mesmos moldes, a TV Cultura premiou "Essa não É a História de Gregor Samsa", de Thiago Luciano. Já a SESCTV premiou "Gaveta", de Ricardo Tavares. Dois curtas da sessão KinoOikos também foram adquiridos pelo canal: "Todos São Francisco", de Charliane Oliveira e "Carlos", de Mariana Dornelas e Udilma Oliveira.

No meio virtual, o site Porta Curtas premiou três curtas com até quinze minutos de duração com R$ 1.000. Os escolhidos foram "Água Viva", de Raul Maciel; "Homem Bomba", de Tarcisio Lara Puiati; e "Balanços e Milkshake", de Fernando Mendes e Erick Ricco. A distribuidora Curta o Curta premiou os vídeos mais votados na mostra virtual de KinoOikos. O escolhido pelos internautas foi "Nome, Idade, Profissão e Onde Mora", de Viviane Vieira. Já o juri preferiu "Bin Laden", de Arthur Senra e Edmar Pereira cda Cruz.

Os curtas que receberam o troféu da ABD-SP foram "El Paraíso de Lili", de Melina Leon; e "Ensaio de Cinema", de Allan Ribeiro. As menções honrosas ficaram com "Sarcófago", de Daniel Lisboa; e "Faço de Mim o que Quero", de Sergio Oliveira e Petronio Lorena; e "Música para um Filme Perdido", de Luciano Zubillga.

Três filmes brasileiros receberam um troféu do Cachaça Cinema Clube e foram convidados para participar das sessões realizadas no Rio de Janeiro. Foram selecionados "Sweet Karolyne", de Ana Barbara Ramos (Filme Caseiro); "Handebol", de Anita Rocha da Silveira (Elephant); e "Ensaio de Cinema", de Allan Faria (Documentário).

O Centro Cineclubista de São Paulo (CECISP) entrega o troféu Luiz Orlando da Silva para o curta que mais contribuiu para a linguagem cinematográfica. A entidade premiou "Ensaio de Cinema", de Allan Ribeiro; e "Casa de Lirismo", de Thomas Freitas. Já o trofeu Coelho de Prata oferecido pelo Mix Brasil ao melhor curta com a temática de diversidade sexual ficou com "Eu não Quero Voltar Sozinho", de Daniel Ribeiro.

A cerimônia terminou com um discurso de Zita Carvalhosa, diretora do Festival. Ela chamou para o palco vários dos colaboradores que trabalham para possibilitar a realização do evento. Em sua fala, Zita também já garantiu a data de realização do próximo Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo: em 2011 a mostra acontece de 25 de agosto a 2 de setembro.

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host