02/06/2011 - 07h00

Filme com Willem Dafoe e documentário animado indicado ao Oscar estão entre os destaques da programação da Mostra Audiovisual Israelense

EDU FERNANDES
Colaboração para o UOL
  • Logo da Mostra Audiovisual Israelense 2011

    Logo da Mostra Audiovisual Israelense 2011

A cidade de São Paulo recebe de 2 a 12 de junho a 4ª Mostra Audiovisual Israelense, que terá em sua programação 21 filmes, além de atividades paralelas, como debates e oficinas. Os ingressos são gratuitos para as sessões e para as demais atividades.

Benjamin Seroussi, responsável pela programação do Centro da Cultura Judaica (um dos locais de exibição), explica que "a produção audiovisual israelense surpreende pela sua diversidade". A variedade de temas e gêneros está presente na programação do evento, que inclui ficções, documentários e animações.

Um exemplo disso é "Valsa para Bashir", indicado ao Oscar de filme estrangeiro, que é ao mesmo tempo documentário e animação. Outra atração da Mostra é o inédito "Miral", com Frieda Pinto ("Quem Quer Ser um Milionário?") e Willem Dafoe ("Anticristo"). O filme, dirigido por Julian Schnabel ("O Escafandro e a Borboleta"), sobre uma órfã palestina causou polêmica junto a algumas entidades judias.

O filme de abertura é "A Missão do Gerente de Recursos Humanos" e será exibido hoje (2) no Centro de Cultura Judaica às 20h30. O longa conta a história de um homem que precisa resolver um grande problema na panificadora onde trabalha: uma vítima de um atentado continuou a receber mesmo depois de morta.

Tudo é descoberto por um jornalista, depois que o corpo da trabalhadora passou dias no necrotério sem que alguém fosse identifica-lo. Ele rapidamente prepara um artigo que denuncia a falta de tato da firma que a empregava. É nesse ponto que o gerente de recursos humanos precisa descobrir como a vítima continuou na folha de pagamento e reparar a situação.

Em uma mistura de drama com passagens cômicas, "A Missão do Gerente de Recursos Humanos" mostra com certa irônia as consequências mais pessoais de situações políticas de Israel e Romênia. Assim, o filme foge da armadilha de repetir o discurso de outras produções.

4ª MOSTRA AUDIOVISUAL ISRAELENSE
Data: de 2 a 12 de junho
Entrada: Franca (Para as exibições do CCJ, pede-se a doação de 1kg de alimento não perecível para o Ajuda Alimentando)
Locais de exibição:
Centro da Cultura Judaica (Rua Oscar Freire, 2.500 – Sumaré)
A Hebraica (Rua Hungria, 1.000 – Brooklyn)
SESC Belenzinho (Padre Adelino, 1000 – Belém)
Cinusp (Rua do Anfiteatro, 181 – Cidade Universitária)
Informações e programação: site oficial