26/08/2011 - 16h37

Bilheterias do verão americano devem bater recorde em 2011

  • Cena do filme "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"

    Cena do filme "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"

A situação do mercado exibidor nos Estados Unidos não está tão fácil há muitos anos, com quedas anuais de quase 20% nas rendas. O começo de 2011 não parecia promissor, mas os rendimentos das estréias da alta temporada fizeram o jogo virar. Agora, prevê-se que o verão americano deste ano terá a maior bilheteria da história para o período, segundo o site “The Hollywood Reporter”.

Três lançamentos bilionários (“Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2”, Transformers: O Lado Oculto da Lua” e “Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas”) colaboraram para que a temporada se tornasse altamente lucrativa.

“Estamos no caminho de obter o maior verão de todos os tempos, e eu acho que as bilheterias domésticas alcançarão US$ 4,4 bilhões”, disse Dan Fellman, executivo da Warner.

O gênero de ação normalmente responde por uma parcela significativa dos rendimentos, mas em 2011 as comédias adultas se mostraram um mercado com potencial. “Se Beber, não Case 2” e “Operação Madrinha de Casamento” tiveram bilheterias bem acima das expectativas.

Apesar de os três bilionários serem lançamentos em 3D, a situação geral mostra que esse tipo de projeção não é mais tão atraente para as plateias dos Estados Unidos. Nesse final de semana, “Pequenos Espiões 4”, “Conan, o Bárbaro” e “A Hora do Espanto” entraram em cartaz em 3D e tiveram resultados desanimadores.

No atual ranking dos dez filmes mais assistidos nos Estados Unidos, metade são em 3D e apenas “Os Smurfs” tem um desempenho positivo. Em outros mercados, inclusive o brasileiro, o formato ainda é bastante procurado pelos espectadores.