14/10/2011 - 15h53

"Nem consegui agradecê-lo", diz Mauricio de Sousa, que desenhou o último cartaz da Mostra de Cinema de SP, sobre Leon Cakoff

  • Divulgação

    Cartaz da 35ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

O cartunista Mauricio de Souza, convidado pela Mostra Internacional de São Paulo para desenhar o cartaz da edição deste ano, lamentou a morte de Leon Cakoff, idealizador do evento.

"Leon Cakoff é um antigo amigo que me dava dicas de filmes. Todas certeiras e ótimas. Um ser de uma profundidade incrível em tudo o que fazia. Lembro de nosso último encontro em Maresias (SP), no ano passado. Comecei a desenhar um personagem na areia da praia e ele me entusiasmou a desenhar uma história em quadrinhos para as crianças que rodeavam para ver. Quando saí, as crianças pegaram gravetos e palitos de sorvete para continuarem a historinha. Um exemplo de como ele sempre encontrava um viés para agradar ao público", disse o cartunista.

Um de seus mais antigos personagens, Piteco, criado em 1964, foi escolhido para ilustrar o cartaz da 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Todos os anos, a organização da Mostra convida uma personalidade para criar o desenho que ilustrará os materiais do evento.

"Neste ano, fiquei surpreso com  a indicação dele [Cakoff] em pedir para usar o Piteco para o cartaz da tradicional Mostra de Cinema de São Paulo. Nem consegui agradecê-lo. Mas faço isso agora de público ao homem que resolveu estrear no céu junto com seu grande evento", afirmou Maurício.

Cakoff, morreu nesta sexta-feira (14), aos 63 anos. Ele vinha lutando contra o câncer desde 2002.