27/10/2011 - 08h12

Autora de "Persépolis" retorna à Mostra em melodrama com atores de carne e osso

DIEGO ASSIS
Editor-chefe de UOL Entretenimento

Apresentada às plateias internacionais em 2007 com "Persépolis", adaptação animada da graphic novel de mesmo nome que conta a história de sua própria infância da revolução do Irã, a quadrinista e cineasta Marjane Satrapi retorna à Mostra de Cinema em São Paulo com seu novo filme --desta vez um longa-metragem com um elenco que inclui Mathieu Almaric, Maria de Medeiros, Chiara Mastroiani e até Isabella Rosselini em suas versões em carne e osso.

"Frango com Ameixas" ("Poulet aux Prunes", no original) é também a adaptação de uma HQ da iraniana, lançada originalmente em 2004 na França, país que Marjane adotou desde que deixou Teerã ainda na adolescência. Em vez de focar em suas próprias lembranças, no entanto, ela conta a história de um tio-avô violinista que decide morrer depois que sua mulher, em um acesso de raiva, destrói o valiosíssimo violino que ganhou de seu mestre aos 20 e poucos anos.

"Decide morrer" não é força de expressão. Vivido por Amalric com o necessário equilíbrio entre a sobriedade e o humor negro próprio dos personagens de Satrapi, o tio-avô Nasser-Ali Khan desiste de procurar conserto ou um substituto para seu violino e se tranca no quarto à espera da morte dentro de um prazo de oito dias. Nesse período --entre um maço e outro de cigarros--, aproveita para repassar os acertos e equívocos da vida, como a morte da mãe, o casamento forçado por convenções sociais, a frustração com o filho, indisciplinado e glutão, e o amor não-realizado da juventude, tragédia só comparável à perda do violino anos mais tarde.

Como na versão original em HQ, Marjane tempera o tom melodramático do relato de Nasser-Ali com inúmeras situações cômicas que surgem da miséria pessoal do personagem e das bisonhas figuras que ele vai encontrando pelo caminho, como o negociante que oferece ópio com leite para "sossegar" o espivetado filho do músico e o despojado Anjo da Morte que poderia ter saído de um dos episódios do seriado "South Park".

Quem conheceu --e gostou-- da Marjane por conta de "Persépolis" não precisa temer este "Frango com Ameixas". Ainda que as cenas em live-action predominem, a cinesta consegue preservar no novo filme a mesma atmosfera fantástica e imaginativa lançando mão de jogos de luz e sombras, cenários e sequências teatrais, maquetes e até um trecho em animação tradicional na parte final do longa. Os artifícios podem cansar ou soar um tanto infantilóides em alguns momentos, mas é exatamente essa a característica dos trabalhos da quadrinista. Em vez de ficar se lamentando dos dramas de uma experiência pessoal cercada de privações, ela prefere usar o lápis ou uma câmera para sonhar e transformar tudo em entretenimento.


FRANGO COM AMEIXAS

Qui. (27), às 14h, no Cinesesc (r. Augusta, 2075, Jardim Paulista, tel. 0/xx/11/3087-0500)

Dom. (30), às 22h, no Unibanco Arteplex 2 (shopping Frei Caneca - r. Frei Caneca, 569, 3º piso, Cerqueira César, tel. 0/xx/11/3472-2362)

Seg. (31), às 14h, no Espaço Unibanco Pompeia 1 (shopping Bourbon - r. Turiassú, 2100, 3º piso, tel. 0/xx/11/3673-3949)

Ter. (1º), às 14h, no Espaço Unibanco Pompeia 1 (shopping Bourbon - r. Turiassú, 2100, 3º piso, tel. 0/xx/11/3673-3949)

A programação está sujeita a alterações.