Entrevisa coletiva do júri da Mostra de São Paulo 2011, no Frei Caneca Unibanco Arteplex (29/10/11)

Entrevisa coletiva do júri da Mostra de São Paulo 2011, no Frei Caneca Unibanco Arteplex (29/10/11)

29/10/2011 - 15h05

Brasileiros estão entre os selecionados para concorrer a prêmio da Mostra de SP

NATALIA ENGLER
Do UOL, em São Paulo

A organização da Mostra de São Paulo anunciou na manhã deste sábado (29) a lista de filmes mais votados pelo público da seção Competição Novos Diretores, que serão analisados por um júri internacional e concorrem ao Troféu Bandeira Paulista.

Integram a lista 12 filmes de ficção e dez documentários. Entre estes últimos estão três produções brasileiras: “A Nave - Uma Viagem com a Jazz Sinfônica de SP”, de Luiz Otavio de Santi, “Making Of - Tropa de Elite 2”, de Alexandre Lima, e “Vai-Vai: 80 Anos nas Ruas”, de Fernando Capuano.

Os filmes selecionados serão assistidos e analisados pelos membros do júri na próxima semana e os premiados devem ser anunciados na quinta-feira (3).

Júri
O júri de ficção é composto pelo cineasta canadense Atom Egoyan, pela atriz e roteirista francesa Elisabeth Percival, pelo francês Frédéric Boyer, diretor artístico do Festival de Cinema Europeu (que acontece em Les Archs, na França), pelo cineasta brasileiro Jorge Furtado e pelo cineasta Mahamat Saleh Haroun, do Chade. Integram o júri de documentários a diretora brasileira Lúcia Murat, o crítico francês Jean-Claude Lamy e o produtor croata Cedomir Kolar.

Durante a entrevista coletiva, Frédéric Boyer salientou a coerência da escolha do público da Mostra. “Para avaliar um festival, nós olhamos para a coerência da seleção. Eu conheço muitos dos filmes que estão nesta lista e existe uma grande coerência na seleção do público. O público de São Paulo é o melhor programador de festivais do mundo”, brincou o francês.

Já Cedomir Kolar apontou a peculiaridade do sistema de seleção dos filmes em competição na Mostra de São Paulo. “É um sistema muito peculiar, provavelmente sem igual no mundo todo. A gente vem aqui e não sabe o que vai assistir”.

O brasileiro Jorge Furtado lembrou do fundador da Mostra, Leon Cakoff. “É muito estranho estar aqui sem o Leon. Mas espero que esses filmes sejam bons e tenham legendas, porque são de uns lugares bem estranhos”, brincou.

Também foi anunciado que o cineasta iraniano Mohsen Makhmalbaf, que está em Porto Alegre, chega a São Paulo no início da próxima semana, trazendo o último filme de sua filha Hana, “Green Days”, filmado durante as turbulentas eleições presidenciais iranianas de 2009. O longa terá exibição especial dentro da programação da Mostra de São Paulo, em data que será anunciada nos próximos dias. Mohsen deixou o Irã em 2005 e sofre perseguições por se opor ao governo de Mahmoud Ahmadinejad.

Confira a lista completa dos filmes que concorrem ao Troféu Bandeira Paulista:

FICÇÃO

“A Casa”, de Zuzana Liová (República Tcheca, Eslováquia)

“Combat Girls”, de David Wnendt (Alemanha)

“Fim de Semana à Beira Mar”, de Pascal Rabaté (França)

“Montevidéu - O Sonho da Copa”, de Dragan Bjelogrlic (Sérvia)

“O Dedo”, de Sergio Teubal (Argentina, México)

“O Futuro”, de Miranda July (Alemanha, Estados Unidos)

“Olhando Espelhos”, de Negar Azarbayjani (Irã)

“Respirar”, de Karl Markovics (Áustria)

“Uma Família a Três”, de Pia Strietman (Alemanha)

“Uma Viagem”, de Nejc Gazvoda (Eslovênia)

“Vida que Segue”, de Geraldine Doignon (Bélgica)

“Vulcão”, de Runar Runarsson (Dinamarca, Islândia)


DOCUMENTÁRIO

“Além do Ícone”, de Hanna Swaka Hamaguchi (EUA)

“A Nave - Uma Viagem com a Jazz Sinfônica de SP”, de Luiz Otavio de Santi (Brasil)

“Batidas, Rimas & Vida: As Viagens de a Tribe Called Quest”, de Michael Rapaport (EUA)

“Calvet”, de Dominic Allan (Reino Unido)

“Halabja - As Crianças Perdidas”, de Akram Hidou (Alemanha)

“Jiro Dreams of Sushi”, de David Gelb (EUA)

“Making Of - Tropa de Elite 2”, de Alexandre Lima (Brasil)

“Marathon Boy”, de Gemma Atwal (Reino Unido, Índia, EUA)

“Sobre o Poder”, de Zaván (Espanha)

 “Vai-Vai: 80 Anos nas Ruas”, de Fernando Capuano (Brasil)