Don Cheadle e Brendan Gleeson em cena de "O Guarda"

Don Cheadle e Brendan Gleeson em cena de "O Guarda"

12/11/2011 - 07h00

"Gosto do humor maldoso do filme", diz Don Cheadle sobre "O Guarda"

EDU FERNANDES
Colaboração para o UOL

Don Cheadle é um ator que consegue transitar entre gêneros cinematográficos, apesar de tender a interpretar policiais ou outros personagens que asseguram o cumprimento das leis, como em “Atraídos pelo Crime” e “Homem de Ferro 2”. Na comédia “O Guarda”, que estreia no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (11), ele vive o agente do FBI Wendell Everett.
 
A missão dele no filme é descobrir os criminosos que transportam uma grande carga de drogas pelo interior da Irlanda. O protagonista de “O Guarda” é o Sargento Gerry Boyle (Brendan Gleeson, da série “Harry Potter”), que tem maneiras inusitadas de auxiliar na investigação.
 
Everett e Boyle vivem durante todo o filme uma relação de amor e ódio. Como o próprio agente do FBI deixa claro em uma de suas falas: "Boyle, não sei se você é incrivelmente burro ou incrivelmente esperto".
 
Cheadle conversou por telefone com o UOL Entretenimento sobre seu trabalho na comédia irlandesa e falou um pouco do seu futuro no cinema.

 
UOL - Como você se sentiu quando leu o roteiro pela primeira vez?
Don Cheadle -
Eu ri muito, achei tudo aquilo muito engraçado. Eu gostei especialmente do humor maldoso e sombrio da história do filme.
 
UOL - Para você, qual a diferença de interpretar um policial em uma comédia e em um filme mais sério?
Don Cheadle -
Eu não diria que é mais difícil um ou o outro. O segredo é achar a tônica única de cada filme, de sintonizar com o diretor. Assim a gente acha uma visão muito especial, que no caso de “O Guarda” incluía um tipo de humor irlandês muito interessante.
 
UOL - Havia espaço para que você improvisasse cenas com Brendan Gleeson?
Don Cheadle -
Tivemos alguma improvisação no set, mas o roteiro do filme era muito completo. Eu posso dizer que 99% do que está no filme foi tirado diretamente do roteiro.
 
UOL - É difícil para um ator americano trabalhar com humor britânico?
Don Cheadle -
Pelo menos para mim não foi difícil. Acho que por eu ter gostado tanto do roteiro e ter gargalhado enquanto o lia, fui fazer o filme com bastante motivação. E acho que o resultado foi positivo, porque “O Guarda” foi muito bem recebido pelo público.
 
UOL - Durante sua carreira, você participa de filme de diversos gêneros. Você faz essa variação conscientemente?
Don Cheadle -
Não diria que faço isso conscientemente. As coisas caem nas minhas mãos e, se eu gosto delas, quero participar. Não acho que variar entre gêneros seja importante para minha carreira. Eu prefiro fazer parte de bons filmes, independente do gênero nos quais se encaixam.
 
UOL - Sobre o futuro, você está envolvido com o filme “Os Vingadores”?
Don Cheadle -
Eu fiz o Máquina de Guerra em “Homem de Ferro 2” e ele faz parte da mesma família de personagens que os outros vingadores. Por essa razão, é claro que podemos esperar que ele apareça no filme, mas não fui chamado. Então, posso apenas dizer que eu não sei.

TRAILER DE "O GUARDA"