Harry Potter (Daniel Radcliffe) enfrenta inimigo mortal em cena de "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"

Harry Potter (Daniel Radcliffe) enfrenta inimigo mortal em cena de "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"

07/02/2012 - 14h45

Daniel Radcliffe diz que Oscar foi esnobe ao excluir último "Harry Potter" das categorias principais

Do UOL, em São Paulo

Daniel Radcliffe diz que o Oscar ignorou o último "Harry Potter" por esnobismo em relação a filmes comerciais. Em entrevista à Radio Times, publicada no site do jornal "Guardian", ele conta que ficou decepcionado pela Academia não ter escolhido "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2" para as categorias principais da premiação.

O longa foi indicado a três prêmios técnicos (direção de arte, maquiagem e efeitos visuais), enquanto outro filme voltado para crianças, "A Invenção de Hugo Cabret", recebeu onze indicações, incluindo as de melhor filme e melhor direção para Martin Scorsese.

"Não acho que o Oscar goste de filmes comerciais ou para crianças, a menos que eles sejam dirigidos por Martin Scorsese", comentou o ator. "Assisti 'Hugo Cabret' outro dia e pensei 'por que ele foi nomeado e nós não'? Fiquei meio revoltado."

"Certamente, há um certo esnobismo nisso. É meio desanimador. Nunca pensei que fosse ligar para isso, mas seria legal ter um reconhecimento, só pelas horas que foram gastas para a produção dos filmes", opinou o ator, que participa da saga desde os doze anos --ele tem 22. Seis dos oito "Harry Potter" foram nomeados ao Oscar, sempre em categorias técnicas, e nunca levaram sequer uma estatueta.

Atualmente, é possível ver Radcliffe em "A Mulher de Preto". O ator conta que a nova produção lhe deu certo medo. "Nunca tinha passado por isso antes. Com Potter, basicamente sabíamos que as pessoas iriam gostar do que estávamos fazendo", conta.

Trailer de "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"