16/02/2012 - 12h09

Empresário brasileiro comemora MP que isenta exibidores de impostos para modernizar e construir cinemas

Alessandro Giannini
Do UOL, em Berlim

Adhemar de Oliveira, sócio da rede Arteplex de cinemas, comemorou a assinatura da Medida Provisória que isenta exibidores dos impostos para a construção e modernização de salas de cinema. No entanto, alertou para o fato de que a MP precisa passar pelo Senado antes de 8 de março para se tornar efetiva. "Caso contrário, a medida cai e não pode ser reeditada antes do prazo de um ano", disse ele, em entrevista ao UOL, na sede do European Film Market (EFM).

Para Oliveira, a MP assinada pela presidente Dilma Roussef vai ajudar principalmente na digitalização das salas, o que elimina o custo da feitura de cópias físicas dos filmes. As cópias digitais funcionam como um disco rígido que emite sinais para várias salas a partir de um único ponto, permitindo assim que um filme seja exibido em várias telas sem a necessidade de carregar cada projetor com uma cópia em acetato de um determinado título.

"Entre aspas, isso vai democratizar a distribuição, porque vai eliminar o custo para os distribuidores da feitura das cópias", explicou Oliveira. "Por outro lado, pode também afunilar a distribuição. É algo que vamos ter que experimentar."