UOL Entretenimento Cinema
 
12/03/2012 - 07h00

"Foi uma boa oportunidade para me divertir", diz Reese sobre atuação em "Guerra É Guerra!"

Carla Neves
Do UOL, no Rio
  • Reese Whitherspoon posa para fotógrafos na apresentação de Guerra é Guerra! no Rio (9/3/12)

    Reese Whitherspoon posa para fotógrafos na apresentação de "Guerra é Guerra!" no Rio (9/3/12)

No Rio de Janeiro para divulgar o longa "Guerra É Guerra!", Reese Whiterspoon falou sobre a experiência de atuar em um filme que, além de romance, também tem ação. “Nunca tinha feito um filme de ação. Mas foi uma boa oportunidade para me divertir. Todas aquelas cenas com armas e golpes sempre resultavam em alguma situação improvisada que acabava se tornando fixa no roteiro, como quando acertei a virilha de Tom [Hardy] jogando paintball”, disse Reese, durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (9) no Cinépolis Lagoon, na zona sul carioca. O longa estreia no dia 16 de março.

Reese fala sobre 'dois amores' do filme

Na história, Reese encarna a personagem Lauren, uma avaliadora sênior de produtos de uma empresa que defende os direitos dos consumidores. Como Lauren não é muito boa em conhecer rapazes, sua melhor amiga Trish (Chelsea Handler) resolve dar uma força e a inscreve em um site de encontros, no qual Tuck (Tom Hardy) também se cadastrou. O problema é que, coincidentemente, Lauren conhece FDR (Chris Pine) e também começa a sair com ele, que vem a ser o melhor amigo de Tuck.

"A Lauren fica dividida entre dois caras, o Tuck e o FDR, que são espiões. E ela está saindo com eles sem saber que eles são amigos. Então, ela tem que decidir entre um e outro. E é difícil porque Tuck é sexy, cheio de tatuagens, meio durão, mas ao mesmo tempo sensível. Enquanto FDR é charmoso, mulherengo. Não sei, acho que toda mulher vai achar o que está procurando neste filme”, adiantou.

Reese também falou sobre como foi ser dirigida por McG. “O McG é muito criativo, cheio de energia. Ele sempre dava exemplos de como gostaria que fizesse as cenas e me surpreendia com suas ideias fantásticas”, elogiou, acrescentando que também foi sensacional contracenar com Tom e Chris. “Os rapazes eram muito engraçados, improvisavam as falas entre eles”, afirmou.

Questionada se costuma ler as críticas a sua atuação nos filmes, Reese mostrou-se bem tranquila. “Não me preocupo muito com críticas. Geralmente nem as leio, os filmes não necessariamente agradam todo mundo. Quando estou com muita raiva, jogo meu nome no Google para saber o que acham de mim", brincou, garantindo que “Guerra É Guerra!” tem tudo para agradar tanto homens quanto mulheres. “É um filme para levar o namorado, porque tem ação e romance. Vai agradar todo mundo”, afirmou.

Assista ao trailer legendado

A atriz ainda revelou que tipo de filme nunca fez, mas tem muita vontade de fazer. “Adoraria fazer um filme de terror. É o tipo de filme que mais gosto. Mas ainda não encontrei um que fosse legal para mim”, afirmou. Além das comédias românticas, Reese tem atuado em cinebiografias como "Johnny e June" e dramas como "Água para Elefantes" e "Mud" (ainda sem data de estreia).

Sobre a declaração de Woody Allen, que disse que a queria em um longa seu, Reese foi só elogios ao cineasta. “Adoro ele! ‘Meia-Noite Em Paris’ foi ótimo. Woody, me bota em um filme seu!”, pediu.

 


 

Veja mais

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host