20/05/2012 - 13h48

Godard e Wim Wenders preparam filmes em 3D

Thiago Stivaletti
Do UOL, em Cannes
  • Cena do documentário "Pina - 3D", de Wim Wenders

    Cena do documentário "Pina - 3D", de Wim Wenders

Como todo ano, os produtores aproveitam o Festival de Cannes para anunciar nas principais publicações seus próximos projetos. Dois dos mais importantes anunciados até agora são os próximos filmes do alemão Wim Wenders e do francês Jean-Luc Godard, ambos em 3D.

Se o colega Alain Resnais escolheu um título metalinguístico para seu filme em competição neste ano ("Você ainda não viu nada"), Godard seguiu a cartilha e batizou o novo filme de "Adieu au langage" ("Adeus à linguagem" em francês). O longa já está sendo rodado. Vincent Maraval, um dos produtores envolvidos, declarou que Godard criou sua própria câmera em 3D para o filme, utilizando dois telefones celulares de última geração equipados com lentes especiais.

A única pista que se tem sobre a sinopse do filme é uma declaração de Godard, dada em 2010, segundo a qual o filme seria sobre um casal que de repente não fala mais a mesma língua. O cachorro do par resolve então intervir e começa a falar com eles. Com Godard, porém, nunca se sabe – o roteiro já pode ter sofrido muitas mudanças desde então.

Depois do sucesso de "Pina 3-D", Wim Wenders vai continuar no formato no drama familiar "Every Thing Will Be Fine", que será rodado no Canadá. O único nome já confirmado no elenco é o da canadense Sarah Polley (de "O Doce Amanhã" e "Splice – A Nova Espécie"). Segundo o diretor, pela primeira vez ele vai dirigir um longa-metragem a partir de um roteiro que não foi escrito por ele mesmo.

De acordo com Wenders, o filme não terá nenhuma semelhança com sua obra até agora – exceto "O Amigo Americano" (1977). "Me envolvi tanto com o 3-D em 'Pina' que agora é difícil me imaginar voltando atrás. O que não quer dizer que devo filmar tudo em 3D daqui para frente", declarou o diretor. As informações são da revista "Screen".