Cena do filme "Dupã Dealuri" ("Beyond The Hills"), de Cristian Mungiu

Cena do filme "Dupã Dealuri" ("Beyond The Hills"), de Cristian Mungiu

22/05/2012 - 12h27

Com Festival de Cannes na metade, Haneke e Mungiu são favoritos da crítica

Thiago Stivaletti
Do UOL, em Cannes

Todo ano, produtores e jornalistas que frequentam o Festival de Cannes, na França, acompanham o quadro de críticos da revista "Screen". A tabela reúne cotação de nove críticos do mundo todo – entre outros, do jornal americano "The New York Times", da revista francesa "Positif" e da britânica "Sight & Sound", além do crítico brasileiro José Carlos Avellar.

Com 12 filmes já exibidos dos 22 em competição à Palma de Ouro, os mais bem cotados até agora são o francês "Amour", de Michael Haneke, e o romeno "Além das Colinas", de Cristian Mungiu, com notas médias de 3,3 numa escala de 0 a 5. Em seguida, aparecem o francês "Rust & Bone" ("Ferrugem e osso"), de Jacques Audiard, e o dinamarquês “A Caça”, de Thomas Vinterberg, com 2,9.

Os dois mais mal avaliados até o momento foram o egípcio "Depois da Batalha", de Yousry Nasrallah, e o austríaco "Paradise: Love", de Ulrich Seidl. Ambos receberam nota média de 1,5.

No entanto, vale lembrar que as opiniões da crítica não costumam refletir as decisões do júri, que normalmente não lê o que está sendo escrito sobre os filmes. Nos últimos anos, longas como o britânico "Another Year", de Mike Leigh, e o finlandês "O Porto", de Aki Kaurismaki, foram campeões no quadro da "Screen", mas saíram de mãos vazias na premiação final.

Os vencedores da Palma de Ouro e dos demais prêmios serão conhecidos no próximo domingo, dia 27.