Bruno Gagliasso em cena de "Isolados" (agosto/2012)

Bruno Gagliasso em cena de "Isolados" (agosto/2012)

06/09/2012 - 20h49

Bruno Gagliasso relata insônia desde que começou a filmar o thriller "Isolados"

Fabíola Ortiz
Do UOL, no Rio

Uma casa em um recanto no Rocio, distrito de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, cercada de verde, som de pássaros e uma neblina recorrente. Este é o cenário principal do filme de suspense "Isolados", do diretor Tomás Portella, de "Qualquer Gato Vira-Lata", e estrelado e produzido por Bruno Gagliasso.

Durante visita do UOL ao set de filmagens, nesta quinta (6), o ator relatou ter dificuldades para dormir desde que começaram as gravações, há 15 dias. "A gente quase não dorme por causa da intensidade. Parece que fizeram o roteiro em cima da casa - ela é um personagem tão importante quanto os atores", destacou Bruno. Quase 80 por cento do filme foi rodado dentro da residência, construída toda em pedra nos anos 50, com um pé direito alto de mais de 5 metros e uma grande lareira no meio do ambiente.

O papel "intenso" de Lauro, um psiquiatra que leva a namorada Renata (interpretada por Regiane Alves), uma paciente da clínica onde trabalha, para descansar em uma casa na serra, explica o envolvimento do ator. "Sempre quis começar [no cinema] com uma coisa visceral, que eu sentisse tesão em fazer. Gosto de personagens que eu preciso me entregar”, contou o ator, que já viveu um esquizofrênico, o Tarso, na novela "Caminho das Índias".

"Ter interpretado alguém que sofre de um transtorno [esquizofrenia] complementou a elaboração do Lauro, o psiquiatra", ponderou o ator, que, afastado da TV, está envolvido também na produção dos longas “Jogos Clandestinos”, “Helena” e “Não Aprendi a Dizer Adeus”.

Além de Bruno e Regiane, estão no elenco José Wilker  (como o Dr. Fausto, uma espécie de mentor de Lauro), Orã Figueiredo (como o delegado Clovis), Sílvio Guindane (seu assistente Augusto) e Juliana Alves (Luzia, a governanta da casa na serra).

Realizado com baixo orçamento (cerca de R$ 1 milhão), o filme também será gravado em tempo recorde: as últimas cenas devem ser filmadas na próxima quarta-feira, dia 12 de setembro.