Cena de "Silver Linings Playbook", de David O. Russell, com o ator Bradley Cooper

Cena de "Silver Linings Playbook", de David O. Russell, com o ator Bradley Cooper

17/09/2012 - 17h59

Confira lista completa com os vencedores do Festival de Cinema de Toronto 2012

O 37º Festival Internacional de Cinema de Toronto, no Canadá, terminou neste domingo (16), consagrando o drama "Silver Linings Playbook" como o vencedor na escolha do público (veja abaixo).

Segundo a análise da revista especializada em cinema "The Hollywood Reporter", as chances do longa dirigido por David O. Russell ser indicado ao Oscar 2013 é grande, já que os 34 últimos escolhidos pelo público nas edições anteriores estiveram na listagem da Academia no ano seguinte.

Um dos destaques entre os vencedores foi o ator e músico Jaret Leto, que recebeu o prêmio na escolha do público para melhor documentário com o longa "Artifact", sobre a criação do álbum "This is War", do 30 Seconds to Mars, e a batalha da banda contra a gravadora Virgin.

Já a Federação Internacional de Críticos de Cinema (Fipresci) escolheu o longa "In the House", de François Ozon, na categoria Apresentação Especial. O mesmo corpo de especialistas elegeu "Call Girl", de Mikael Marcimain, na categoria Descoberta em 2012.

Embora não tenha caráter competitivo, o festival divulga os filmes preferidos do público que frequenta o evento todos os anos. Em 2012, o festival foi de 6 a 16 de setembro.

Veja a lista completa dos vencedores do Festival de Cinema de Toronto 2012:

Melhor Filme (escolha do público) - "Silver Linings Playbook", de David O. Russell
Melhor Documentário (escolha do público) - "Artifact", de Jaret Leto (sob o pseudônimo de Bartholomew Cubbins)
Sessão Midnight Madness (escolha do público) - "Seven Psychopaths", de Martin McDonagh
Melhor filme canadense - "Laurence Anyways", Xavier Dolan
Melhor curta canadense - "Keep a Modest Head", de Deco Dawson
Melhor filme de estreia canadense - "Antiviral", de Brandon Cronenberg, e "Blackbird", de Jason Buxton
Descoberta (Fipresci) - "Call Girl", de Mikael Marcimain
Apresentação especial (Fipresci) - "In the House", de François Ozon