O ator britânico Jeremy Irons no Festival de Cannes 2012, onde participou da exibição de "Killing them Softly" (22/5/12)

O ator britânico Jeremy Irons no Festival de Cannes 2012, onde participou da exibição de "Killing them Softly" (22/5/12)

18/09/2012 - 11h39

Jeremy Irons é confirmado no Festival do Rio, que terá sessão de "Gonzaga" na abertura

Fabíola Ortiz
Do UOL, no Rio

O filme "Gonzaga - De pai para filho", de Breno Silveira, diretor do longa "Filhos de Francisco", será exibido na sessão inaugural, para convidados, da edição 2012 do Festival do Rio, no próximo dia 27 de setembro. Até 11 de outubro, serão exibidos cerca de 400 filmes, de mais de 60 países, em 40 pontos de exibição espalhados pelo Rio de Janeiro. Simultânea à estreia no Cine Odeon, a estreia de “Gonzaga - De Pai Para Filho” também será exibida no mesmo dia 27 na inauguração do CineCarioca Méier, no antigo Imperator e atual Centro Cultural João Nogueira, na zona norte do Rio.

Assista ao trailer de "Gonzaga"

Estão confirmadas as presenças do ator britânico Jeremy Irons - estrela da série de TV "Os Bórgias" (2011) e dos filmes "A Missão",  "Lolita" e "Gêmeos - Mórbida Semelhança" -, do diretor espanhol Fernando Trueba, que já ganhou um Oscar com "Sedução" (1992) e do cineasta francês Leos Carax, de “Holy Motors" (2012), que concorreu à Palma de Ouro na edição de 2012 do Festival de Cannes.

Além deles, devem participar do festival os diretores do longa "Pequena Missa Sunshine" (2006) Jonathan Dayton e Valerie Faris, e ainda os portugueses Teresa Villaverde, que realizou "Cisne" (2011) exibido no Festival de Veneza, e João Pedro Rodrigues, além do realizador franco-britânico Roland Joffé, diretor do filme "There Be Dragons" e ganhador de Oscar com os filmes "A missão" e "Os gritos do silêncio".

Homenagens

Os filmes estão divididos em 20 mostras, entre elas a inédita Meio Ambiente - em que será exibido o filme "Trashed", produzido e estrelado por Jeremy Irons - além de homenagens a quatro realizadores: o brasileiro Alberto Cavalcanti, que durante 60 anos dirigiu e produziu mais de 120 filmes em países como França, Inglaterra, Itália e Alemanha, o americano John Carpenter, com uma retrospectiva com 14 filmes como "Aterrorizada" (The Ward) e "Halloween - A Noite do Terror", e, em homenagem ao Ano de Portugal no Brasil, os portugueses Manoel de Oliveira e João Pedro Rodrigues também serão homenageados. Oliveira terá seis filmes seus exibidos, entre eles, seu primeiro longa de ficção "ANIKI-BÓBÓ", de 1942. Já Rodrigues representa o novo talento do cinema português e terá oito de seus filmes como "China, China" e "Manhã de Santo António".

A Première Brasil terá a exibição de 74 filmes brasileiros, a maior seleção de filmes nacionais na história dos 14 anos de festival. Entre os títulos internacionais que constam da programação oficial, serão exibidos "Pietà", de Kim Ki-Duk, vencedor do Leão de Ouro em Veneza, e "Magic Mike", de Steven Soderbergh.

Rio Market terá produtores de "Games of Thrones" e "Arquivo X"

Além das mostras de cinema, o festival trará novamente o Rio Market, uma parte destinada a workshops e rodadas de negócios, que em 2012 terá a presença do produtor Chris Newman, da série de televisão “Games of Thrones”, para dar um workshop de som de 28 a 30 de setembro. Newman, junto com Tom Fleischman, demonstrarão como os áudios gravados no set se tornam o som final do filme. A apresentação incluirá trilhas gravadas ao vivo combinadas com clipes de "Operação França" (1971) "O Silêncio dos Inocentes" (1991), "Filadélfia" (1993) e "A Invenção de Hugo Cabret" (2011).

Haverá ainda uma pré-estreia exclusiva da nova série de ação de televisão “Hunted” do produtor executivo de “Arquivo X”, Frank Spotnitz, que estreia na HBO em outubro. A exibição do piloto será na terça-feira, dia 2 de outubro, no Armazém da Utopia, no porto do Rio. O criador da série estará presente no evento e dará um workshop de roteiro. Spotnitz já foi roteirista de mais de 40 episódios da série “Arquivo X” e ganhou três Globos de Ouro na categoria “Melhor Série Dramática” e um Peabody Award por seu trabalho em “Arquivo X”, além de ter sido indicado ao Emmy por roteiro e mais três vezes na categoria “Melhor Série”.