A atriz Cindy lee Garcia em entrevista ao canal CNN

A atriz Cindy lee Garcia em entrevista ao canal CNN

20/09/2012 - 15h52

Juiz nega pedido de atriz para tirar filme anti-islâmico do YouTube

O juiz Luis Lanvin, da Corte Superior de Los Angeles,  negou nesta quinta-feira (20) o pedido da atriz atriz Cindy Lee Garcia para que fosse removido do YouTube o filme anti-islâmico, "A Inocência dos Muçulmanos”.

De acordo com informações do site TMZ, a atriz afirmou ter sofrido ameaças de morte e entrou com uma ação judicial contra o Google e Nakoula Basseley Nakoula, conhecido como "Sam Bacile", um dos produtores do longa.

"Minha vida está de cabeça para baixo", disse Cindy Lee. Ela afirmou que durante as filmagens os produtores a fizeram acreditar que o projeto tratava-se de um “filme histórico de aventura ambientado no deserto árabe”.

Quando o filme foi lançando, a atriz revelou que sua voz foi dublada para que fossem acrescentados diálogos que ela não havia pronunciado, insultando o profeta Maomé. "O Youtube deveria retirar o filme do ar, é degradante, desmoralizante, isso afetou nosso embaixador, nossas forças armadas. Muitas pessoas foram afetadas por causa desse filme", opinou ela.

*Com informações da Agência Reuters