UOL Entretenimento Cinema
 
26/04/2010 - 19h13

Dono da Playboy salva famoso letreiro de Hollywood

O letreiro ícone de Hollywood foi salvo nesta segunda-feira das garras de um projeto imobiliário depois que o magnata do grupo Playboy, Hugh Hefner, doou os últimos 900 mil dólares necessários para seu resgate, informou o fundo que se dedicou a arrecadar milhões entre ricos e famosos.

"Me orgulho em anunciar que foram reunidos os 12,5 milhões de dólares e que vamos recuperar esses terrenos históricos", disse o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenneger em uma coletiva de imprensa realizada aos pés das letras monumentais nas colinas de Hollywood.

"Hoje conseguimos chegar a um fim", afirmou Will Rogers, presidente do grupo sem fins lucrativos Trust for Public Land, que adquiriu esses hectares para cedê-los à cidade.

Em fevereiro, este fundo lançou uma campanha de arrecadação para comprar os quase 56 hectares pertencentes a um grupo de investidores com sede em Chicago, que queria construir um complexo de quatro mansões de luxo onde, desde 1923, está instalado o famoso letreiro.

A data final foi há 16 dias, mas o grupo ainda não tinha conseguido reunir o montante necessário para salvar o letreiro.

Em Los Angeles, uma das cidades com maior concentração de milionários no mundo, a campanha contou com doações da herdeira do magnata Paul Getty, Aileen, e da fundação da joalheria The Tiffany & Co., que em conjunto somaram 1 milhão de dólares em meados de abril.

Estrelas como Steven Spielberg, Rita Wilson e Tom Hanks também desembolsaram dinheiro para salvar o letreiro mais característico da capital do cinema.

Mas o último empurrão foi dado por Hefner: "os sonhos e as fantasias de minha infância provêm dos filmes, e as imagens criadas em Hollywood tiveram uma influência importante em minha vida e na Playboy", disse em comunicado.

"Como já disse antes, o letreiro de Hollywood é a torre Eiffel de Hollywood e me dá prazer contribuir para preservar um símbolo cultural tão relevante", completou o dono do império da imprensa pornográfica.

O famoso letreiro originalmente dizia "Hollywoodland", pois promovia um complexo residencial, e em diversas ocasiões foi alvo de campanhas para resgatá-lo de investidores imobiliários ou para restaurá-lo, como em 1978, quando Hugh Hefner conseguiu consertá-lo depois de criar uma fundação.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host