UOL Entretenimento Cinema
 
20/09/2010 - 15h09

Julia Roberts afirma que é estranho ser apreciada pelo sorriso

  • Julia Roberts come pizza em cena de ''Comer, Rezar, Amar''

    Julia Roberts come pizza em cena de ''Comer, Rezar, Amar''

San Sebastian, Espanha - A atriz americana Julia Roberts, que recebe nesta segunda-feira o Prêmio Donostia pela carreira no Festival de San Sebastián, afirmou considerar "estranho" que seu sorriso faça tanto sucesso.

"É estranho ser apreciada por algo que não é uma habilidade, por algo que não controlo para nada", declarou a estrela, que está no festival para promover "Comer, Rezar, Amar".

A atriz vai receber Prêmio Donostia das mãos do ator espanhol Javier Bardem, seu companheiro de cena em "Comer, Rezar, Amar".

"As pessoas me perguntam 'de onde vem?' Dos meus pais! É sempre um tema curioso sobre o qual falar", comentou em uma entrevista coletiva ao lado de Bardem.

"Eat pray love", baseado em um livro autobiográfico, conta a aventura de Liz Gilbert, uma escritora de Nova York que tenta superar um divórcio traumático e faz uma viagem pela Itália, Índia e Bali.

Roberts demonstrou bom humor ao ser questionada sobre o apelido de 'namoradinha da América' e se uma crise em seu relacionamento representaria uma 'crise de Estado'.

"Quando tenho uma crise, ligo para o presidente Obama. Se ele não pode atender, falo com sua mulher", brincou a atriz, de 42 anos, que ganhou um Oscar em 2000 por "Erin Brockovich".

Ela também praticou o espanhol ao ajudar Javier Bardem quando um jornalista insistia em fazer perguntas ao ator sobre a gravidez de sua esposa, a também atriz Penélope Cruz. "Cuidado", alertou a atriz sorrindo.

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host