UOL Entretenimento Cinema
 
06/11/2010 - 10h36

Morre atriz americana Jill Clayburgh, de "Uma mulher descasada"

  • A atriz americana Jill Clayburgh, duas vezes indicada ao Oscar, morrreu vítima de leucemia

    A atriz americana Jill Clayburgh, duas vezes indicada ao Oscar, morrreu vítima de leucemia

NOVA YORK, 5 Nov 2010 (AFP) -A atriz americana Jill Clayburgh, duas vezes indicada ao Oscar por papéis de mulheres independentes, morreu na sexta-feira de leucemia, aos 66 anos, informou o New York Times.

O marido de Clayburgh, o roteirista David Rabe, disse ao Times que a atriz faleceu na residência do casal em Lakeville, Connecticut.

Clayburgh é lembrada por seu papel em "Uma mulher descasada" ("An unmarried woman"), de 1978, que lhe valeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz.

Jill Clayburgh também foi indicada para o Oscar por "Encontros e Desencontros" ("Starting Over"), de 1979, com Burt Reynolds e Candice Bergen.

"Nela vemos a inteligência batalhando com o sentimento... a razão empurrada contra a parede por necessidades poderosas", afirmou Vincent Canby na crítica que escreveu para o New York Times sobre "Uma mulher descasada".

O jornal The Times afirmou que ela foi a primeira de uma geração de jovens atrizes "que interpretavam regularmente personagens nascidas do novo ethos feminista: inteligente, capaz e sagaz, às vezes neurótica, mas não menos glamourosa por tudo isso".

Nascida em 1944 e criada numa próspera família de Nova York, Clayburgh frequentou algumas as principais escolas da cidade, incluindo a Brearley School e Sarah Lawrence College.

No Sarah Lawrence College, decidiu dedicar sua vida atuar e se juntou ao famoso Charles Street Repetory Theater, em Boston.

Mudou-se de novo para Nova York no final dos anos 1960 e estrelou várias produções da Broadway, incluindo "The Rothschilds" e "Pippin".

Começou carreira em Hollywood em 1969, no filme de Brian de Palma, "Festa de Casamento", e seu primeiro grande papel foi em "Os complexos de Portnoy", em 1972.

Em 1978, conheceu a fama com "Uma mulher descasada", pelo qual recebeu indicação para o Oscar.

Recebeu outra indicação da Academia em 1979 por seu papel em "Encontros e desencontros".

Em 1986, Clayburgh atuou em "Onde estão as crianças?".

A partir de 1980, passou a trabalhar principalmente na televisão e em filmes de baixo orçamento.

Ela é lembrada por suas diversas participações em seriados como "Law and Order", "The Practice/O desafio" e como a mãe de Ally McBeal.

Recebeu uma indicação Prêmio Emmy por seu trabalho no telefilme "Hustling", em 1975, e por aparições como convidada na série "Nip/Tuck", em 2005.

Em 2006, trabalhou na montagem de "Descalços no parque", de Neil Simon, na Broadway.

Voltou às telas grandes com a dramédia "Recortes da minha vida" ("Running With Scissors"), ao lado de Annette Bening, Brian Cox, Joseph Fiennes, Evan Rachel Wood, Alec Baldwin e Gwyneth Paltrow.

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host