UOL Entretenimento Cinema
 
31/01/2011 - 06h23

"O Discurso do Rei" vence o SAG e ganha força para o Oscar

  • Da direita para a esquerda: Colin Firth, Helena Bonham Carter,Geoffrey Rush e Anthony Andrews, vencedores do prêmio de melhor elenco por ''O Discurso do Rei'', concedido pelo  Screen Actors Guild Awards, premiação norte-americana (30/01/2011)

    Da direita para a esquerda: Colin Firth, Helena Bonham Carter,Geoffrey Rush e Anthony Andrews, vencedores do prêmio de melhor elenco por ''O Discurso do Rei'', concedido pelo Screen Actors Guild Awards, premiação norte-americana (30/01/2011)

LOS ANGELES - O filme britânico "O Discurso do Rei", seu protagonista Colin Firth e a atriz americana Natalie Portman, assim como Christian Bale, ganharam força para o Oscar com suas vitórias na premiação do Sindicato de Atores dos Estados Unidos (SAG).

O filme dirigido por Tom Hooper, sobre o rei gago George 6º, levou o principal prêmio da cerimônia do SAG: a estatueta de melhor elenco, recebida por Helena Bonham Carter, Geoffrey Rush e Colin Firth, que também recebeu o prêmio de melhor ator.

O drama sobre o mundo do boxe "O Vencedor" faturou os dois prêmios de coadjuvante, para o britânico Christian Bale, que completou 37 anos no domingo, e para Melissa Leo. O thriller psicológico ambientado no mundo do balé "Cisne Negro" rendeu a Natalie Portman o prêmio de melhor atriz.


Todos os atores premiados pelo SAG já haviam sido vitoriosos na cerimônia do Globo de Ouro e, assim, são os favoritos destacados para o Oscar, que acontece no dia 27 de fevereiro.

O grande vencedor do Globo de Ouro, "A Rede Social", sobre a criação do Facebook, não recebeu nenhum prêmio do SAG, assim como outro favorito da crítica, "Minhas Mães e Meu Pai".

Outro prêmio que aumenta o favoritismo de "O Discurso do Rei" para o Oscar foi o concedido pelo Sindicato dos Diretores (DGA) ao cineasta Tom Hooper no sábado.

O britânico superou assim David Fincher, diretor de "A Rede Social", na premiação da DGA, que é considerada um ótimo termômetro para o Oscar, já que desde 1948 apenas seis cineastas premiados pelo sindicato não foram agraciados depois com o Oscar.

Os outros indicados da DGA eram Christopher Nolan (A Origem), Darren Aronofsky (Cisne Negro) e David O. Russell (O Vencedor).

"O Discurso do Rei" recebeu 12 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, diretor, ator, ator coadjuvante e atriz coadjuvante.

Nas categorias para séries de televisão do SAG, "Modern Family" superou Glee e levou o prêmio de elenco de comédia.

A veterana Betty White, de 89 anos, surpreendeu e levou o prêmio de atriz de série de comédia por "Hot in Cleveland", enquanto Alec Baldwin venceu pelo quinto ano consecutivo por "30 Rock".

Nas séries dramáticas, o elenco de "Boardwalk Empire" ficou com o prêmio. O programa também rendeu a Steve Buscemi o prêmio de ator, enquanto Juliana Margulies foi escolhida a melhor atriz por "The good wife".

Al Pacino e Claire Danes repetiram os prêmios do Globo de Ouro por sua atuações nos filmes para TV "You don't know Jack" e "Temple Grandin", respectivamente".

O ator Ernest Borgnine, de 94 anos, vencedor de um Oscar por "Marty" (1955) foi homenageado pela carreira de seis décadas.

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host