21/04/2011 - 14h27

Primeiro filme erótico em 3D arrecada mais que "Avatar" em Hong Kong

<a href="http://noticias.uol.com.br/ultnot/afp/"><img src="http://n.i.uol.com.br/ultnot/home/afp.gif" border="0"></a>
  • Pôster de "3D Sex end Zen: Extreme Ecstasy", primeiro filme erótico em 3D

    Pôster de "3D Sex end Zen: Extreme Ecstasy", primeiro filme erótico em 3D

HONG KONG, China - O primeiro filme erótico em 3D, realizado por uma empresa de Hong Kong, com estreia na semana passada, arrecadou mais dinheiro que "Avatar", a produção americana que até agora detinha o recorde.

"3D Sex end Zen: Extreme Ecstasy", filme produzido por One Dollar Production e gravado em cantonês, teve bilheteria de 360.000 dólares, 240.000 euros, no primeiro dia nos cinemas.

A produção custou 3,85 milhões de dólares.

O responsável pela One Dollar Production, Stephen Shiu, disse que a empresa prevê nas próximas semanas apresentar uma versão do filme com mais 15 minutos.

O filme é baseado numa obra da literatura erótica chinesa do século XVII, "A Carne como Tapete de Oração". Devido ao 3D, os espectadores, que usam óculos especiais, têm a impressão de que as atrizes japonesas Yukkiko Suo e Saori Hara estão a poucos centímetros de distância.

É um remake de "Sex and Zen", de 1991, que até agora era a película com maior sucesso do cinema local.