UOL Entretenimento Cinema
 
27/08/2008 - 11h55

"Somente os Coen nos acham idiotas", dizem Clooney e Pitt

ALESSANDRA MAGLIARO

Da Ansa

VENEZA, 27 AGO (ANSA) - Para George Clooney e Brad Pitt, os protagonistas do mais novo filme dos irmãos Joel e Ethan Coen, "Queime Depois de Ler", que estréia na noite desta quarta-feira na abertura da 65a edição da Mostra Internacional de Cinema de Veneza, importa fundamentalmente uma coisa: "que as pessoas saibam que apenas os Coen pensam que somos dois idiotas".

No filme, Clooney faz o papel de um policial federal que pensa apenas em fazer amor com a amante, interpretada pela atriz Tilda Swinton (ganhadora do Oscar por "Contrato de Risco"), ou com mulheres que ele conhece pela internet, fazendo caminhadas logo após a relação sexual e usando seu tempo livre para a construção de uma poltrona vibratória.

Já Pitt interpreta um professor universitário completamente idiota, que bebe isotônicos o dia inteiro e queima a cabeça de tanto ouvir seu MP3.

"Pensar que os nossos papéis foram escritos pensando em nós não é uma coisa boa", disse Clooney durante a coletiva de imprensa que abriu o Festival.

Os Coen quiseram fazer um exercício com eles: "Partimos dos atores, imaginando quais personagens poderiam fazer. Surgiu um filme de espiões, um gênero que nunca havíamos feito".

Com o novo filme, Clooney acredita ter concluído o que chamou de "a trilogia do idiota" com os Coen, após "E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?" (2000) e "O Amor Custa Caro" (2003).

"Procurei por muitos anos estar em um filme deles. Quando me chamaram fiquei muito contente em aceitar, depois li o roteiro e mais que ofendido, me senti insultado", brincou Pitt.

Durante a coletiva ocorrida ontem, a imprensa não deixou de fazer perguntas pessoais aos dois protagonistas do filme. "Quando vai se casar?", perguntou uma jornalista a Clooney, que respondeu com bom humor: "É surpreendente ouvir esta pergunta. Agradeço a você, hoje me caso e tenho filhos, tudo hoje".

Pitt revelou que os gêmeos nascidos um mês atrás na França estão bem e que "para o próximo ano pensamos (ele e a esposa Angelina Jolie, ndr) em ter mais dois".

A naturalidade com que os atores interpretam os dois "idiotas" fez correr os boatos de uma possível improvisação no set. "Nada disso, havia um roteiro de ferro", rebateu a atriz Tilda Swinton, que interpreta a mulher infiel do analista da CIA interpretado por John Malkovich.

Além de "Queime Depois de Ler", a abertura da 65a edição do Festival de Cinema de Veneza terá a projeção do curta "Do Visível ao Invisível", dirigido pelo cineasta português Manoel de Oliveira e produzido a partir de uma idéia do jornalista e apresentador Serginho Groisman sobre a invisibilidade no mundo atual, e que tem no elenco Leon Cakoff.

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host