UOL Entretenimento Cinema
 
29/08/2008 - 16h03

Namik Kabil retrata traumas do pós-guerra na Bósnia

Da Ansa
VENEZA, 29 AGO - As cicatrizes da Guerra da Bósnia (1992-1995) são os temas do filme "Čuvari Noći" (Guardas Noturnos, em tradução livre), do diretor bósnio Namik Kabil, exibido hoje no Festival de Cinema de Veneza.

O filme narra uma noite de trabalho de dois vigias de uma loja de móveis, ex-soldados que ainda usam o uniforme militar mesmo sendo simples seguranças particulares. Nesse percurso, Kabil narra os medos e desejos dos moradores de Sarajevo, cujas lembranças do conflito enchem a vida de paranóia.

Um dos vigias, por exemplo, deseja tanto ter um filho que acredita estar "grávido", enquanto o outro está tão atormentado pela vontade de perder peso que bebe litros de bebidas dietéticas.

"Na Bósnia, a maior parte dos nossos problemas foi deslocada e vivemos fingindo está tudo bem, silenciando muitas coisas", explica Kabil nas notas do diretor.

O problema desta sociedade, acrescenta o diretor, é que bósnios vivem uma realidade congelada, "se limitam a existir inertes, esperando que alguém lhes aponte uma solução".

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host