UOL Entretenimento Cinema
 
04/09/2008 - 17h16

Único filme argentino presente no Festival de Veneza retrata infância

Da Ansa
VENEZA, 4 SET - O único filme argentino presente no Festival de Cinema de Veneza deste ano, "Una semana solos", de Celina Murga, teve hoje uma boa acolhida em sua exibição ao público.

O filme mostra um grupo de crianças e adolescente, todos da mesma família, que junto com mais dois amigos aproveitam a ausência de seus pais em um condomínio fechado que tem suas próprias regras de conduta.

São justamente essas regras que fazem com que essas crianças se considerem soberanas em seu pequeno mundo dentro do condomínio e não esperem castigos graves por suas ações.

A cineasta fez questão de escolher os jovens atores entre crianças e adolescentes que moram em condomínios como aquele retratado no filme, para obter maior naturalidade e veracidade em suas interpretações.

"A escolha do elenco durou seis ou sete meses, e antes de começar as filmagens tivemos dois meses de ensaios, não só para que os atores pudessem se conhecer e assumir essa familiaridade que requer o parentesco, mas também para analisar os diálogos, adaptando-os às necessidades dos intérpretes", declarou Celina à ANSA.

"Eu gosto de abordar o mundo da infância porque as crianças são nosso futuro e mostram o que será nossa sociedade futura", disse a cineasta, que tem um filho de três anos. "Esses meninos crescem em uma sociedade fechada que identificam erroneamente com o mundo exterior. Vivem superprotegidos pelos pais, que crêem que dessa maneira estão salvando-os do caos da sociedade contemporânea sem entender que dessa maneira não lhes dão as ferramentas necessárias para a sobrevivência".

O filme teve um orçamento de US$ 400 mil, sem nenhuma participação estrangeira. "O que acontece é que depois de uma extenuante seleção de elenco, não podíamos nos permitir esperar outro ano para filmar, porque as crianças teriam crescido demais", explicou Celina.

Celina, formada pela Universidade de Cinema de Buenos Aires, já foi premiada por seu primeiro longa-metragem, "Ana y los otros" (2003), nos festivais de Veneza, Buenos Aires e Punta Del Este.

A cineasta está agora preparando seu novo filme, que falará de um adolescente que mata seu pai, sua madrasta e seu meio-irmão. "Será um filme um pouco mais forte e dramático que os anteriores que realizei", declarou.

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host