UOL Entretenimento Cinema
 
24/10/2008 - 13h49

Festival de Roma exibe hoje filmes sobre terrorismo alemão nos anos 70

ERNESTO PEREZ
Da Ansa

ROMA, 24 OUT - Os anos de chumbo, da guerrilha urbana que abalaram a Europa na década de 70, são revisitados hoje no Festival de Roma com dois filmes alemães.


O primeiro, "The Baader Meinhof Complex", do cineasta Uli Edel, que não participa do concurso, conta a origem, o desenvolvimento e o fim do grupo terrorista de esquerda alemão Facção Exército Vermelho (RAF). O filme relata as histórias dos militantes políticos que combateram o Estado alemão com as armas da violência e do proselitismo.


Inspirado no livro de Stefan Aust, considerado por muitos o texto definitivo sobre a vida e os sonhos da geração que embarcou na utopia revolucionária, "The Baader Meinhof Complex" deve parte de seu sucesso ao roteiro de Bernd Eichinger, capaz de condensar não apenas a história do grupo, de 1967 a 1977, como também as diferentes personalidades de seus integrantes, além de suas características psicológicas, políticas e filosóficas.


O elenco do filme é composto por jovens atores, pouco conhecidos fora da Alemanha, e conta com a participação do veterano ator Bruno Ganz no papel do chefe de polícia que arquitetou a repressão aos terroristas.


O segundo, "Schattenwelt", de Connie Walther, mostra o retorno à vida, após 22 anos de prisão, de um ex-membro do RAF que não consegue escapar do seu passado e se vê às voltas com a filha de uma de suas vítimas.


O longa complementa o filme de Edel, apresentando outro lado do tema. Filmado com uma fotografia quase monocromática, que reflete o deserto emocional dos personagens, cada qual absorvido por suas obsessões, o filme acaba por reduzir um momento dramático da história alemã a uma questão estritamente individual.

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host