UOL Entretenimento Cinema
 
24/07/2009 - 17h48

Com "Avatar", James Cameron supera os limites da tecnologia

SAN DIEGO - Quando James Cameron dirigiu seu primeiro filme em 3D, "Terminator 2: 3D", para os parques temáticos da Universal, mais de uma década atrás, o equipamento de filmagem pesado fez com que alguns planos fossem impossíveis de filmar ou parecessem muito estranhos.

A máquina de 200 quilos - que tinha duas câmeras montadas em um quadro de metal - era tão pesada que os produtores tiveram que içá-lo com um guindaste de construção para poder fazer os planos de cima. As câmeras, que ficavam lado a lado, tinham que ser ajustadas mecanicamente para apontar ao mesmo ponto e ajudar a criar o efeito 3D.

  • Reuters

    Com óculos 3D, espectador vê James Cameron falar após a exibição de trechos de "Avatar"



Ao custo de US$ 60 milhões, o filme de doze minutos foi a produção mais cara da história do cinema por frame.

Hoje, a cinco meses de sua estreia, o "Avatar" de Cameron, primeiro filme de longa-metragem que ele dirigiu desde "Titanic" (1997), promete levar o 3D a um nível nunca antes atingido, usando um sistema de câmeras mais acessível, que ele ajudou a inventar.

A tão festejada volta de Cameron também marca a maior aposta de Hollywood de que o 3D pode impulsionar o retorno de bilheteria. A Fox investiu US$ 237 milhões somente na produção de "Avatar".

  • Reprodução

    O pôster-teaser de "Avatar", com o rosto de um extraterrestre

O filme usa tecnologia digital 3D que requer uso de óculos polarizados pelos espectadores. É uma evolução grande em relação à antiga e às vezes dolorosa técnica que usava óculos de papelão com lentes de celofane vermelhas e azuis, e ficou popular nos anos 50 nos Estados Unidos.

"Avatar" também inova na tecnologia de "captura de movimento", que cria imagens computadorizadas a partir de ações humanas reais. O filme retrata a interação de um ex-soldado com extraterrestres de três metros de altura no iluminado planeta de Pandora.

"Estou sem palavras", disse Nahum Villalobos, recruta da Marinha americana de apenas 19 anos, que assistiu aos 25 minutos do filme com mais 6,5 mil pessoas na Comic-Con, em San Diego, na quinta-feira. "É mais extraordinário do qua qualquer outro filme."

A produção de US$ 237 milhões não é tão cara quanto alguns filmes como "Homem-Aranha 3" (2007), que foi feito com US$ 258 milhões. Mas deixa para trás "Monstros vs. Alienígenas" (2009), uma animação em 3D que custou US$ 175 milhões.

De novo, no entanto, o último filme de Cameron arrecadou US$ 1,84 bilhões no mundo inteiro. "Titanic é o filme mais rentável da história.

"Se você conhece Cameron, sabe que tudo se resume a ultrapassar os limites", disse Vince Pace, que o ajudou a desenvolver o sistema de câmeras 3D usado em "Avatar".

Cameron testou suas câmeras em dois documentários em 3D que ele fez para os cinemas Imax: "Ghosts of the Abyss" (2003) e "Aliens of the Deep" (2005)

Sua câmera agora é mais leve - pouco mais de 50 libras - e as duas câmeras podem convergir para o mesmo ponto dinamicamente com a ajuda de um computador, que é crucial para movimentos de câmera rápidos e sequências de ação.

Na metragem de "Avatar" divulgada na Comic-Con, os humanos filmados com a câmera 3D de Cameron são misturados com imagens geradas por computador dos avatares do filme - seres criados a partir da mistura de DNA humano e alienígena.

Cameron disse que queria essas técnicas misturadas com o cenário ao longo da história. "Essa tecnologia cinematográfica é tão avançada que ela própria agita a varinha mágica e desaparece", disse o cineasta

A habilidade de capturar emoções humanas em 3D computadorizado também avançou.

Diferentemente dos métodos antigos, que capturavam pontos colocados nos rostos humanos para mapear movimentos que eram reconstruidos digitalmente, agora cada frame é analizado em busca de detalhes faciais como poros e rugas que ajudam a recriar uma imagem computadorizada.

"Isso tudo vai aumentar o conceito de 3D ainda mais"", disse Marty Shindler, consultor da The Shildler Perspective Inc. (Ryan Nakashima)

Veja tamb�m

Carregando...

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host