UOL Entretenimento Cinema
 
11/11/2005 - 11h13

Johnny Depp critica mundo da moda por "desprezar" Kate Moss

Reuters

Londres, 11 nov (EFE).- O ator americano Johnny Depp condenou os empresários da moda por "desprezar" a modelo Kate Moss, que foi "arrastada na lama" por causa de seu recente escândalo por consumo de cocaína.

Depp, de 42 anos, ex-companheiro sentimental de Moss, classificou como "injusto" o fato de que várias casas de moda tenham quebrado seus contratos com a modelo depois que a imprensa britânica publicou fotos nas quais ela aparecia cheirando droga no estúdio onde seu namorado, o cantor Peter Doherty, e seu conjunto, Babyshambles, gravavam.

Kate Moss "não se apresentou a nenhum cargo público nem pretende ser o próximo messías", denuncia Depp em declarações publicadas hoje pelo diário britânico Daily Mirror.

Moss "não tentar fingir ser o que não é. Ela é um ser humano" como outros, acrescenta o ator.

"Acho que deveriam deixar que Kate viva sua vida", disse o ator.

Depp explica que ambos não têm contato desde que romperam, em 1997.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host