UOL Entretenimento Cinema
 
09/02/2008 - 20h16

Sindicato de Roteiristas dos EUA anuncia acordo preliminar com produtores

Los Angeles, 9 fev (EFE).- O Sindicato de Roteiristas dos Estados
Unidos (WGA) e a Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP)
chegaram a um "acordo preliminar" com relação aos detalhes do novo
contrato que os unirá, anunciou neste sábado o sindicato.

O próximo passo em direção ao fim da greve será dado hoje mesmo,
quando a direção da AMPTP apresentar os termos do texto a seus
membros em Los Angeles e Nova York, que terão que votar para
ratificá-lo.

Como antecipa a revista especializada "Entertainment Weekly", os
roteiristas receberão 2% do lucro líquido dos distribuidores pela
transmissão dos programas em televisão.

Eles também terão direito a 36% dos lucros dos distribuidores
para os primeiros 100 mil downloads de um programa televisivo e
pelos primeiros 50 mil downloads de um filme sem cortes
publicitários.

Posteriormente, a transferência desses lucros aumentará par 7% e
65%, respectivamente.

Em e-mail enviado aos membros do sindicato, os presidentes do WGA
nas Costas Oeste e Leste, Patric Verrone e Michael Winship,
admitiram que o acordo preliminar "não é perfeito nem tudo o que os
profissionais merecem, mas (...) estabelece o seguinte princípio: se
eles cobram, nós cobramos".

Na mensagem, os dois esclarecem que o fim da greve é uma questão
de horas e convocam os integrantes do sindicato a votar para
ratificar o contrato e acabar com a greve, que já se estende por
mais de três meses.

"É uma luta permanente contra sete conglomerados multinacionais,
não importa se será bem-sucedida, representa um pedágio pessoal para
nossos membros", afirmaram na nota.

"Achamos que continuar com a greve não fornecerá forças
suficientes para nos sobrepor aos riscos que isso implica. Chegou o
momento de aceitar o contrato e finalizar a greve", concluíram.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host