06/05/2011 - 11h31

George Clooney chega aos 50 com lugar garantido entre galãs de Hollywood

  • George Clooney em cena do filme ''Um Homem Misterioso'', seu mais recente trabalho no cinema

    George Clooney em cena do filme ''Um Homem Misterioso'', seu mais recente trabalho no cinema

Alicia García de Francisco.

O último galã clássico de Hollywood, George Clooney, chega aos 50 anos nesta sexta-feira com planos de continuar seus projetos como ator, convencendo como diretor e sensibilizando sobre a situação no Sudão.

Nem os cabelos brancos muito menos a idade diminuíram seus traços sedutores que ficaram famosos no personagem do doutor Doug Ross da série "ER" ("Plantão Médico"), papel que o levou à fama desde o primeiro capítulo, transmitido em 1994.

Seu sorriso, junto com o papel de sedutor, garantiu uma popularidade tardia para o ator, que já passava da faixa dos 30, após ter percorrido outras séries de pouca audiência e filmes do estilo de "O Retorno dos Tomates Assassinos". Certamente não previam que Clooney se transformaria em uma das maiores estrelas hollywoodianas da atualidade.

Da televisão, o ator nascido em Kentucky em 1961, soube escolher o momento para voltar ao cinema pela porta da frente, com projetos populares a princípio e de mais qualidade uma vez estabelecido no mercado.

  • Reprodução

    George Clooney em cena do filme "Um Drink no Inferno", de Robert Rodriguez (1997)

A sangrenta história de vampiros de "Um Drink no Inferno" (1996), de Robert Rodríguez, lhe permitiu protagonizar um retorno impactante ao cinema, para seguir em projetos de mais destaque como "Batman & Robin" (1997) e "O Pacificador" (1997), ao lado da sua amiga Nicole Kidman.

O ator já passou por um casamento, com Talia Balsam (de 1989 a 1993), e por diversos relacionamentos. Com sua atual namorada, a italiana Elisabetta Canalis, com quem está junto desde 2009, o ator parece ter encontrado uma estabilidade, para o azar de milhões de fãs que acompanham sua carreira desde "ER" até sua parceria com os diretores Steven Soderbergh ("Irresistível Paixão" e a saga "Onze Homens e Um Segredo"), os irmãos Coen ("E Aí Meu Irmão, Cadê Você?" e "Queime Depois de Ler") ou suas incursões no cinema político ("Syriana - A Indústria do Petróleo", pelo qual conquistou seu único Oscar, e "Conduta de Risco").

  • Divulgação

    George Clooney no set de "Boa Noite e Boa Sorte"

Quando se trata de George Clooney, não se pode esquecer também sua faceta como diretor, com a qual colecionou excelentes críticas, como "Boa Noite e Boa Sorte", filme pelo qual recebeu seis indicações ao Oscar e, seu compromisso como ativista em favor da população civil do Sudão.

Tal faceta completa a imagem quase perfeita de Clooney: de galã educado e comprometido com temas sociais, favorecido por um físico e um sorriso espetacular.

"Estou tranquilo com o processo de envelhecer porque é melhor que a outra opção, que é estar morto", disse com ironia em uma ocasião.

Assim, George Clooney não terá nenhum problema em entrar para o grupo dos cinquentões, etapa já alcançada por atores como Colin Firth, Antonio Banderas, Sean Penn e Hugh Grant e, que em 2012, contará com nada mais nada menos que Tom Cruise.