05/07/2011 - 07:19 - Atualizado em: 05/07/2011 - 07:19

Aventuras de Harry Potter chegam ao fim com estreia do último filme da saga

Alicia García de Francisco
Divulgação News-image

Pôster do filme "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2"

Redação Central - Após dez anos e US$ 6,3 bilhões arrecadados, as aventuras de Harry Potter chegam ao fim, para a tristeza de seus milhões de fãs, que acompanharam fielmente as histórias do bruxinho criado pela britânica J.K. Rowling em 1997.

Na próxima quinta-feira, os mais afortunados poderão assistir à estreia mundial de "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2", o oitavo e último filme da saga, que será celebrada em Londres, e à qual irá todo o elenco, liderado por Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint.

O desfile de seus protagonistas pelo tapete vermelho da famosa Trafalgar Square de Londres poderá ser acompanhado ao vivo em muitas emissoras de televisão e até por um canal especial do YouTube.

Os que não puderem comparecer à estreia, terão que esperar pelo menos até a meia-noite do dia 14, quando muitos cinemas programaram sessões especiais para antecipar em algumas horas a estreia oficial, prevista para o dia 15 em todo o mundo.

As vendas antecipadas de entradas nos Estados Unidos estão em ritmo acelerado e se espera um recorde de arrecadação. O site "boxoffice.com", um dos mais conhecidos dos que divulgam dados cinematográficos, prevê que o filme poderá arrecadar US$ 142 milhões em sua primeira semana de exibição, muito perto do recorde conseguido até o momento, de US$ 158,4 milhões, de "Batman - O Cavaleiro das Trevas" em 2008.

Por enquanto, 73 milhões de pessoas já conferiram na internet os traillers oficiais do último filme de Harry Potter.

Um final que será "épico", segundo os estúdios Warner, que desta vez produziram o filme em 3D, o que dará mais emoção ao esperado enfrentamento entre o famoso bruxinho e seu inimigo Lorde Voldemort, interpretado por Ralph Fiennes.

Essa batalha é muito esperada pelos fãs da saga, que já sabem seu final - o livro foi publicado em 2007 - mas que estão ansiosos para vê-la nas telas do cinema.

Dos sete livros que foram publicados entre 1997 e 2007 da saga criada por Rowling, foram vendidos 350 milhões de exemplares em 200 países. Um sucesso que se repetiu nos cinemas.

Em 2001, quatro anos depois da publicação do primeiro livro, Harry Potter chegou às telonas com uma arrecadação de US$ 974 milhões, que situou o primeiro filme da saga como o segundo de maior bilheteira da história até então, superado apenas por "Titanic".

Até hoje "Harry Potter e a Pedra Filosofal" continua sendo o filme de maior arrecadação da saga e o nono que mais arrecadou na história.

Apesar de ser o de maior arrecadação, os outros seis filmes da saga que estrearam depois não ficaram para trás e arrecadaram entre US$ 795 milhões ("Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban") e US$ 954 ("Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1"). Os sete filmes já estreados totalizam US$ 6,371 bilhões arrecadados.

A autora pretende agora levar esse sucesso à internet. Há 10 dias, Rowling apresentou o "Pottermore", um site que contará com um material inédito de Harry Potter e que permitirá aos fãs participar de uma aventura virtual.

Segundo a escritora, trata-se de uma maneira de "devolver algo aos fãs que acompanharam Harry tão devotamente ao longo dos anos" e um meio para "levar as histórias a uma nova geração".

Rowling já disse em diversas ocasiões que não lançará novos livros nem filmes da saga, mas, através desse portal, a magia poderá se manter viva, além de ser um meio de a autora continuar lucrando com o personagem.

O sucesso do último filme da saga já é certo. A única dúvida é se conseguirá superar a barreira de US$ 1 bilhão de arrecadação, feito que o bruxinho e sua turma ainda não conseguiram.

Veja Álbum de fotos