19/07/2011 - 07:14 - Atualizado em: 19/07/2011 - 07:31

Universal desiste de produzir "A Torre Negra" devido a alto custo

News-image

Los Angeles (EUA.), 18 jul (EFE).- Após meses de especulações sobre a viabilidade do projeto, a Universal Pictures desistiu de produzir "A Torre Negra", ambiciosa adaptação da saga literária de Stephen King que seria protagonizada por Javier Bardem, informou a edição digital da revista "Variety" nesta segunda-feira.

Segundo a publicação, "A Torre Negra" teria um custo muito elevado para os planos do estúdio, que já tem outras duas superproduções em andamento: "47 Ronin" e "Batalha Naval".
 
A companhia tentará vender o projeto a alguma das outras gigantes do setor, com a Warner Bros. como possível destino do projeto devido às boas relações com os produtores da Universal.
 
"Sabemos que esta é uma tarefa incrivelmente ambiciosa, mas continuamos entusiasmados. Exploraremos todas as vias de financiamento para ver se podemos finalmente fazer o projeto", disse o produtor Michael Rosenberg.
 
Nos últimos meses, os executivos da Universal estudaram a forma de reduzir os custos de "A Torre Negra" e avaliaram se realmente fazia sentido "seguir adiante" com o projeto.
 
A ideia inicial consistia em fazer a versão audiovisual dos sete livros de Stephen King em três longas e duas minisséries de televisão.
 
No caso de a Universal Pictures não iniciar alguma filmagem antes de julho de 2012, os direitos de exploração voltarão para o escritor.
 
"A Torre Negra" é a particular visão de Stephen King sobre o faroeste, onde mistura a fantasia de um universo mágico com o terror "marca da casa".
 
Devido a sua magnitude, o projeto chegou a ser comparado com "O Senhor dos Anéis", e teria Javier Bardem como Roland Deschain, um pistoleiro que passou toda sua vida buscando a Torre Negra e que será a última esperança da humanidade para salvar a civilização.
 
Junto aos longas-metragens e às séries de televisão, fora anunciado um videogame, e já existe uma história em quadrinhos da saga.