Ator Laurence Fishburne vai à pré-estreia do filme "Contágio" no Festival de Veneza (3/9/2011)

Ator Laurence Fishburne vai à pré-estreia do filme "Contágio" no Festival de Veneza (3/9/2011)

08/09/2011 - 17h10

Suspense "Contágio" protagoniza estreias de cinema nos EUA

<a href=http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/><img src=http://n.i.uol.com.br/ultnot/home/efe.gif border=0></a>

Los Angeles, 8 set (EFE).- "Contágio", o novo thriller do diretor da saga "Onze Homens e Um Segredo", Steven Soderbergh, entra sexta-feira no circuito americano, acompanhado pela expectativa de tirar "Histórias Cruzadas" do topo da bilheteria.

Uma trama apocalíptica sobre uma infecção altamente contagiosa respalda o filme sobre um grupo de especialistas que tenta impedir que uma doença mortal se espalhe pelo mundo.

O filme conta com os vencedores do Oscar Kate Winslet, Gwyneth Paltrow, Marion Cotillard e Matt Damon, assim como com os nomeados ao prêmio Laurence Fishburne, Jude Law e John Hawkes.

Outra estreia do fim de semana é "Warrior", passado em um torneio de luta, cujos protagonistas são dois irmãos (Tom Hardy e Joel Edgerton) que tentam diminuir suas diferenças na busca por um futuro melhor.

O filme também conta com o veterano Nick Nolte, que se mostrou disponível para a produção do diretor Gavin O'Connor ("Força Policial", 2008).

Já Adam Sandler comanda a produção de seu roteiro "Bucky Larsson: Born to Be a Star" no qual Nick Swardson ("Esposa de Mentirinha") encarna um menino pobre do meio oeste dos Estados Unidos que viaja para Hollywood com a intenção de seguir os passos dos pais e se tornar uma estrela do cinema pornô.

Com humor mais ácido, "Burke and Hare" conta a história de dois saqueadores de túmulos que encontram um lucrativo negócio vendendo cadáveres para uma escola de medicina escocesa.

O longa oferece a oportunidade de ver Andy Serkis atuando sem a parafernália técnica de seus personagens mais conhecidos, como Gollum da saga "O Senhor dos Anéis" e Cesar de "O Planeta dos Macacos: A Origem".

Ao lado de Serkis também estão Simon Pegg e Tom Wilkinson nesta produção dirigida por John Landis ("Os Irmãos Cara-de-Pau", 1980).

Já o documentário "The Black Power Mix Tape: 1967-1975" retorna à era do movimento social afro-americano através de imagens gravadas por uma equipe de jornalistas suecos nas décadas de 1960 e 1970 e que foram editadas agora pelo cineasta Göran Olsson.