18/11/2011 - 08h18

Nem as críticas negativas diminuem expectativa dos fãs da saga "Crepúsculo"

<a href=http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/><img src=http://n.i.uol.com.br/ultnot/home/efe.gif border=0></a>
Alicia García de Francisco

Redação Central, 18 nov (EFE).- Milhões de fãs no mundo todo contam as horas para ver nas telas a consumação do amor de Bella e Edward, os protagonistas da saga "Crepúsculo", cuja penúltima parte estreia nesta sexta-feira em meio a muita expectativa e críticas negativas.

As primeiras impressões dos críticos americanos de "A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1", em revistas de entretenimento americanas como "The Hollywood Reporter" e "Variety" não foram nem um pouco favoráveis ao filme, qualificado como "decepcionante".

Contudo, os fãs não parecem se importar, já que o trailer oficial do filme no Youtube conta com quase 10 milhões de visualizações. Cerca de mil pessoas chegaram a acampar no fim de semana passado nas proximidades do teatro Nokia de Los Angeles para ver de perto seus ídolos na pré-estreia mundial do filme, ocorrida na segunda-feira.

Houve toda uma preparação para o lançamento da adaptação do último livro da escritora americana Stephenie Meyer, que foi um fenômeno editorial desde que "Crepúsculo" apareceu em 2005.

Ao todo, foram vendidos mais de 70 milhões de exemplares dos quatro volumes da saga, que inclui ainda "Lua Nova" (2006); "Eclipse" (2007) e "Amanhecer" (2008).

As versões cinematográficas não ficaram atrás. Com protagonistas como Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner - transformados da noite para o dia em ídolos de milhões de adolescentes - essas produções se mantiveram entre os maiores líderes de bilheteria dos últimos anos.

Seguindo os passos da Warner, que transformou em oito filmes os sete volumes de "Harry Potter", a Summit Entertainment dividiu em dois o livro "Amanhecer", em produções com as quais espera alcançar números recordes - devido aos mais de US$ 1,8 bilhão arrecadados nos três primeiros filmes.

A espera de quase um ano que separa as duas partes ( a segunda deve ser lançada apenas em 16 de novembro de 2012) gera dúvidas em diversos sites, que se perguntam se os fãs estarão dispostos a suportar este longo período sem saber o que acontece com os personagens da história.

Entretanto, enquanto alguns especulam sobre a possibilidade de que esfrie o interesse dos fãs, os ingressos para a estreia do filme se esgotavam rapidamente em todo Estados Unidos, e já não há lugar em milhares de salas, segundo dados de sites como "Fandango" e "MovieTickets".

Em números de arrecadação total, a maior bilheteria da saga foi até agora "Lua Nova", com US$ 709,8 milhões, o que a situa no 44º lugar das maiores da história do cinema, embora esteja muito longe dos números obtidos pelo top 10 desta lista, todos com mais de US$ 1 bilhão, como o primeiro lugar de "Avatar", com US$ 2,78 bilhões.