UOL Entretenimento Cinema
 
18/03/2010 - 16h31

Universal Studios de Cingapura aposta no número 8 em abertura

  • Mulher caracterizada como a atriz Marilyn Monroe passeia pelo Universal Studios de Cingapura

    Mulher caracterizada como a atriz Marilyn Monroe passeia pelo Universal Studios de Cingapura

Cingapura (Reuters) - O quarto Universal Studios do mundo recebeu seus primeiros visitantes na quinta-feira com uma cerimônia cheia de detalhes que visavam atrair sorte para o parque temático de Cingapura, que espera evitar os prejuízos sofridos pela Disneylândia de Hong Kong.

As portas foram abertas ao público a exatamente 08h28, depois de 18 leões chineses terem passado pela entrada às 8h08. O número 8 é visto como número da sorte por muitos em Cingapura, cuja população é em sua maioria de etnia chinesa.

Atrizes fantasiadas de Marilyn Monroe e Betty Boop desfilaram com a trupe de leões dançantes pelo Hollywood Boulevard, uma das sete zonas temáticas do parque de 20 hectares, que espera atrair 4,5 milhões de visitantes em seu primeiro ano.

"Temos a ambição de sermos o destino No. 1 da Ásia e também da Europa, no que diz respeito a parques temáticos", disse a jornalistas o presidente do Genting Group, Lim Kok Thay, depois da cerimônia de abertura.

Indagado se o Universal Studios Cingapura pode perder seu caráter de novidade em pouco tempo e sofrer prejuízos, como aconteceu com a Disneylândia de Hong Kong, Lim disse: "De maneira alguma. Somos diferentes da Disney".

Desde que abriu com muita fanfarra, em 2005, o primeiro reino mágico da Disney na China vem tendo dificuldade em atrair a enxurrada esperada de visitantes da China continental e vem sendo criticado por ser pequeno demais para atrair visitantes pela segunda vez.

Em 2008 o parque sofreu prejuízo líquido de 170 milhões de dólares. Agora está sendo ampliado, com vistas a aumentar sua competitividade com uma Disneylândia rival prevista para ser aberta em Xangai nos próximos cinco ou seis anos.

Montanha-russa

As 24 atrações do parque Universal Studios incluem a maior montanha-russa dueladora do mundo - em que duas montanhas-russas dão voltas uma à outra -, mais um cinema em 4D e brinquedos baseados em filmes de Hollywood como "Madagascar" e "Parque dos Dinossauros".

O parque faz parte do Resorts World de Sentosa, que custou 4,4 bilhões de dólares, e pertence a uma unidade do Grupo Genting, da Malásia, que também possui um cassino e seis hotéis e pretende atrair 60 por cento dos visitantes do sudeste asiático, China e Índia.

O governo de Cingapura prevê que o fluxo de turistas na cidade-Estado suba até 30 por cento, chegando a 12,5 milhões este ano, reforçado pela recuperação econômica na Ásia e a atração de dois novos cassinos que custaram bilhões de dólares.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo

    Hospedagem: UOL Host