Cinema

"O Lobo Atrás da Porta" mostra Rio além dos postais, diz produtor

Montagem/Divulgação
Leandra Leal, Milhem Cortaz e Fabiula Nascimento em cenas do filme "O Lobo Atrás da Porta" imagem: Montagem/Divulgação

Gabriel Mestieri

Do UOL, em São Paulo

Selecionado para a mostra Contemporary World Cinema, do Festival Internacional de Cinema de Toronto, “O Lobo Atrás da Porta”, primeiro longa-metragem de ficção do diretor Fernando Coimbra, mostra um Rio de Janeiro que costuma aparecer pouco nas telas. “Não tem nenhum cartão postal que as pessoas estão acostumadas a ver”, afirma o produtor Caio Gullane. “A periferia do Rio é mostrada de maneira muito singular. A fotografia é linda. Achamos que isso vai despertar interesse grande do público”, completa.

Definido como um “drama com fortes elementos de suspense” nas palavras do irmão de Caio, Fabiano Gullane, que também produziu o filme, “O Lobo Atrás da Porta” mostra um triângulo amoroso formado após o sequestro de uma criança. Os atores Milhem Cortaz e Fabiula Nascimento vivem um casal cujas vidas são viradas de cabeça para baixo após a entrada em cena de uma personagem vivida por Leandra Leal.

Segundo Caio, a ideia do filme foi de Coimbra, que também assina o roteiro. Os irmãos resolveram apostar na produção por terem gostado do projeto e por já conhecerem o trabalho do diretor através de seus curtas-metragens. “Adoramos o roteiro por conta da originalidade, do modo de contar a história, todo mundo sai do filme um pouco mexido”, diz Fabiano. “Costumamos trabalhar com diretores estreantes e o Fernando foi um desses que tivemos sentimento de que estava nascendo um bom cineasta. Com o filme pronto essa expectativa se concretizou”, completa Caio.

O produtor comentou também as comparações com a obra de Nelson Rodrigues que o filme vem levantando. “Como é a relação entre um casal com uma outra pessoa, concordo que haja uma releitura rodrigueana, mas ao mesmo tempo com a originalidade toda que o Fernando trouxe para o filme”, diz.

A escolha dos atores também foi de Coimbra, que já conhecia Cortaz. “Fernando sempre enxergou o Milhem no papel e queria duas atrizes de peso, mas com diferenças entre elas, daí a escolha. A química dos três ficou muito bacana”, diz. “Fomos presenteados com as atuações”, completa Fabiano.

Milhem é minha alma gêmea. Com a Leandra nunca tinha trabalho, e ela é uma triz excelente. Foi uma troca muito boa. Fomos muito felizes nesse trabalho

Fabiula Nascimento

Fabiula Nascimento, que não poderá ir a Toronto por estar ocupada com as gravações de “Joia Rara”, próxima novela das seis, diz concordar com os produtores: “Milhem é minha alma gêmea. Com a Leandra nunca tinha trabalho, e ela é uma triz excelente. Foi uma troca muito boa. Fomos muito felizes nesse trabalho”, afirmou a atriz ao UOL.

Sobre o curioso título do longa, que será exibido em Toronto como “A Wolf At The Door”, Caio é enigmático. “Foi uma ideia do Fernando, uma vez que trama envolve suspense. O nome sugere alguma questão que ronda nossa cabeça, de acontecimentos da vida”, afirma.

O UOL tentou conversar com Coimbra, mas não conseguiu contato telefônico com o diretor, que está filmando um documentário – também produzido pelos irmãos Gullane – num local afastado.

"O Lobo Atrás da Porta" deve estrear no circuito comercial brasileiro no início de 2014 e ainda não tem trailer.

Além de “O Lobo Atrás da Porta”, os irmãos Gullane coproduziram outro filme que será exibido em Toronto. "Amazonia", mistura de documentário e ficção que tem como protagonista um “macaco malandro” e será exibido na mostra infantil do festival, passará na mostra infantil de Toronto.

“Faroeste Caboclo” também será exibido no festival, que ocorre entre os dias 5 e 15 de setembro.

As mostras de Toronto não são competitivas e o festival não tem júri para escolher vencedores de "melhor filme" ou "melhor ator", como em outros eventos do gênero. A premiação mais importante é concedida pelo público.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo