Cinema

"Até que a Sorte nos Separe 2" é a maior estreia nacional de 2013

Do UOL, em São Paulo

A comédia nacional "Até que a Sorte nos Separe 2", último filme do gênero a estrear em 2013, levou cerca de 550 mil pessoas aos cinemas no primeiro fim de semana de exibição e se tornou a maior estreia de um filme nacional no ano que se encerrou.

Com este resultado, o filme de Roberto Santucci ficou à frente de "De Pernas pro Ar 2" (523,2 mil ingressos vendidos no primeiro fim de semana) e "Minha Mãe É uma Peça" (410,1 mil).

"Até que a Sorte..." também conquistou o primeiro lugar nas bilheterias do último fim de semana, ultrapassando "O Hobbit: A Desolação de Smaug", que vinha se mantendo em primeiro lugar no ranking. Até quarta-feira (1º), o filme já havia sido assistido por cerca de 820 mil pessoas, segundo a assessoria de imprensa da produção.

Na história, Jane (Camila Morgado) e Tino (Leandro Hassum) estão passando por dificuldades financeiras depois de perderem todo o dinheiro que ganharam na loteria no primeiro longa-metragem. Em outro golpe da sorte, recebem a herança de R$ 50 milhões de um tio de Jane que morreu, com a condição de despejarem as cinzas no Grand Canyon. A família segue para Las Vegas, onde, em clima pastelão, são retratadas todas as confusões nas quais o anti-herói Tino acaba se metendo.

"Até que a Sorte nos Separe", com Danielle Winits, foi visto no cinema por mais de 3 milhões de espectadores.

Gravada no Rio de Janeiro e em Las Vegas, a sequência traz ainda no elenco Kiko Mascarenhas, Rita Elmôr, Rodrigo Sant'Anna, Henri Pagnoncelli e Charles Paraventi. As atrizes Berta Loran e Arlete Salles, o humorista Marcius Melhem e o lutador de MMA Anderson Silva fazem participações especiais, assim como o grande astro da comédia norte-americana Jerry Lewis.

Trailer de "Até que a Sorte nos Separe 2"

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo