Filmes e séries

Wagner Moura vai viver palhaço Bozo no cinema

AP
Wagner Moura vai interpretar o palhaço Bozo no cinema Imagem: AP

Estefani Medereiros

Do UOL, em Berlim

11/02/2014 14h08

O ator Wagner Moura, que está em Berlim para promover o filme "Praia do Futuro", concorrente ao Urso de Ouro 2014, já tem novos projetos em vista. Um deles é um longa sobre o palhaço Bozo, com direção de Daniel Rezende, montador do filme "Cidade de Deus". "É a história sobre um dos atores que fizeram o Bozo", revelou Moura ao UOL, nesta terça-feira (11), sobre o filme que terá roteiro de Luis Bolognesi.

"Primeiro preciso terminar esse filme com o [diretor José] Padilha, que ainda não tem nome", adiantou ele, sobre o novo longa do diretor de "Tropa de Elite", que será rodado no final do ano na Tríplice Fronteira e que já está com roteiro pronto. "Depois trabalho nessa estreia do Daniel no cinema e, na sequência, vou me jogar de cabeça no Marighella [filme sobre o ex-deputado, poeta e guerrilheiro baiano], que é um projeto que tenho pensado quando durmo e acordo".

Moura já conseguiu autorização da família do ativista político para iniciar as filmagens, que resultarão em sua estreia como diretor. A produção ficará a cargo da O2 Filmes, do diretor Fernando Meirelles, e contará com o apoio da atriz Maria Marighella, neta do líder comunista. O longa será baseado no livro "Marighella - O Guerrilheiro Que Incendiou o Mundo", escrita por Mário Magalhães.

"Praia do Futuro"
Em Berlim, Moura conversou com jornalistas após a exibição de "Praia do Futuro", filme de Karim Aïnouz. O longa chamou a atenção por conta das diversas cenas de sexo e nu frontal de Wagner Moura. Cerca de 15 espectadores deixaram a sala nas cenas que envolviam carícias do casal.

Sobre a polêmica que o filme pode gerar no Brasil, Moura disse que essa não é uma preocupação. "Não me preocupo com a recepção no Brasil. A relação que existe entre os caras é importante, mas não o mais importante no filme. Quanto mais a gente não fazer disso uma questão ou um problema, mais ajudamos politicamente contra o preconceito a homossexuais. Tem duas dimensões, uma dramática e outra política. Temos que parar de ver isso como um assunto."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
EFE
EFE
AFP
Chico Barney
Reuters
Reuters
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
UOL - Cinema
UOL Cinema - Imagens
Roberto Sadovski
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Reuters
Reuters
Cinema
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
AFP
AFP
EFE
Roberto Sadovski
AFP
Topo