PUBLICIDADE
Topo

Banco verde de "A Culpa é das Estrelas" desaparece em Amsterdã

Do UOL, em São Paulo

01/07/2014 10h24

O banco na cidade de Amsterdã, onde o casal do drama “A Culpa é das Estrelas” conversa e se beija, pode ter sido roubado. Após a estreia do filme, o assento de cor verde, a beira do canal Leidsegracht, sumiu. No lugar, apareceu um grande vaso de flor.

Segundo a agência de notícias “AP”, não há sequer suspeitos pelo desaparecimento do banco.

Mesmo sem ter marca ou placa que identificasse o banco como sendo o assento que aparece na triste cena do filme, o local começou a ter tráfego intenso após o lançamento do longa.

1.jul.2014 - Um grande vaso de plantas foi colocado no lugar do banco que aparece em "A Culpa é das Estrelas" - AP/Margriet Faber - AP/Margriet Faber
Um grande vaso de plantas foi colocado no lugar do banco que aparece em "A Culpa é das Estrelas"
Imagem: AP/Margriet Faber
Ainda segundo a agência, não está descartada a possibilidade dos próprios moradores da rua terem sumido com o banco, descontentes pelo número de turistas à porta de casa.

O porta-voz da cidade, Stephan van der Hoek, afirmou nesta terça-feira (1) que o banco será substituído.

Baseado no romance homônimo de John Green, "A Culpa é das Estrelas", do diretor Josh Boone, acompanha a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley).

Diagnosticada com câncer, ela se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. 

Filmes e séries