PUBLICIDADE
Topo

"Aquarius", de Kleber Mendonça Filho, abrirá o Festival de Gramado

Do UOL, em São Paulo

20/07/2016 12h54

"Aquarius”, dirigido por Kleber Mendonça Filho e protagonizado por Sonia Braga, abrirá a 44ª edição do Festival de Gramado. Essa será a primeira exibição do longa no Brasil. O tradicional festival de cinema se realiza entre 26 de agosto a 03 de setembro.

Depois de competir em 2012 com “O Som ao Redor”, o pernambucano volta à Serra Gaúcha, agora hors-concours, com “Aquarius”, filme que representou o Brasil na última edição do Festival de Cannes. Estrelado por Sônia Braga, a obra também ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema de Sydney.

Em "Aquarius", Sonia Braga é Clara, uma jornalista e crítica de música aposentada que vive sozinha em um edifício antigo de frente para a praia de Boa Viagem, no Recife. Alvo constante da especulação imobiliária, ela se recusa a vender seu apartamento, sofrendo pressões da construtora e dos próprios vizinhos.

O filme de Kleber Mendonça Filho foi reverenciado pela crítica internacional após ser exibido em Cannes, em maio. Os críticos também elogiaram bastante a atuação da diva brasileira de 65 anos.

Homenagens e disputa

Tony Ramos e Sonia Braga são os homenageados da edição. O ator receberá o troféu Cidade de Gramado, enquanto a atriz levará o troféu Oscarito, distinção entregue a grandes atores da cinematografia brasileira.

Seis obras brasileiras e sete estrangeiras estão na disputa pelo principal prêmio do festival, o troféu Kikito. Na mostra competitiva nacional, todos os títulos escolhidos são inéditos no circuito de festivais brasileiros.

Conheça os longas brasileiros e latinos dessa edição:

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS
- "Barata Ribeiro, 716" (RJ), de Domingos Oliveira
- "El Mate" (SP), de Bruno Kott
- "Elis" (SP), de Hugo Prata
- "O Roubo da Taça" (SP), de Caito Ortiz
- "O Silêncio do Céu" (Brasil (SP)/Argentina), de Marco Dutra
- "Tamo Junto" (RJ), de Matheus Souza

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS
- "Campaña Antiargentina" (Argentina), de Ale Parysow 
- "Carga Sellada" (Bolívia/México/Venezuela/França), de Julia Vargas
- "Espejuelos Oscuros" (Cuba), de Jessica Rodriguez
- "Esteros" (Argentina/Brasil), de Papu Curotto
- "Guaraní" (Paraguai/Argentina), de Luis Zorraquín
- "Sin Norte" (Chile), de Fernando Lavanderos
- "Las Toninas Van al Este" (Uruguai/Argentina), de Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta