Cinema

Atualizada em 12.07.2015 20h55

"Star Wars 7" já tem primeiro corte e passa por sintonia fina, diz diretor

Beatriz Amendola

Do UOL, em San Diego (EUA)

Dez anos de espera desde o último filme da saga "Star Wars" realmente deixaram os fãs impacientes. Poucos minutos antes do início do painel de "Episódio VII - O Despertar da Força" na San Diego Comic-Con, nesta sexta (10), o público já batia palmas e pedia o início da apresentação, que atrasou 15 minutos.

Quando finalmente a a produtora Kathleen Kennedy, o diretor J.J. Abrams e o roteirista Lawrence Kasdan subiram ao palco, Abrams contou que já têm uma primeira versão do filme. "Temos um corte do filme, estamos fazendo a sintonia fina. É um momento extraordinário. E nesta indústria, em que às vezes há datas de estreia definidas antes dos roteiros, não é qualquer coisa que a Disney esteja nos dando tempo para fazer isso da maneira certa".

Jesse Grant/Getty Images
A criatura Baba Joe entra no palco do painel de "Star Wars" na Comic-Con imagem: Jesse Grant/Getty Images

Ele conta que é fã da saga desde garoto. "É um sonho. Não há nada de normal em dirigir um filme de 'Star Wars'".

Como não tinham um novo trailer para apresentar, a equipe do filme exibiu um clipe de bastidores com os atores (veja abaixo), entre eles Harrison Ford, Carrie Fisher, Peter Mayhew e Mark Hamill, o Luke Skylwaker da trilogia original, que disse: "Nada mudou. Na verdade, tudo mudou, mas é o que parece".

Explicando que "era importante dar aos atores algo real e tangível com o que atuar", Abrams chamou ao palco uma das criaturas do filme, chamada Baba Joe.

"O único mandamento que tínhamos era 'o que nos encanta?'. Não significa que tem que ser divertido o tempo todo, mas tem que ser atraente", completou.

"Como amamos 'Star Wars', não podemos ser apenas fãs. Você tem que se perguntar qual é a história que você quer contar. Não podemos ser cegados por isso, é um equilíbrio", continuou o diretor, que também disse que a vontade da equipe é que "O Despertar da Força" seja um contínuo com os filmes de George Lucas.

Kennedy explicou que os episódios 7 a 9 serão parte da mesma saga, assim como os filmes paralelos, que serão independentes. Segundo ela, o diretor Gareth Edwards começa a filmar "Rogue One" em três semanas.

Bastidores de "Star Wars: O Despertar da Força"

Novatos e veteranos

O painel também contou com a nova e a velha guarda do elenco: os veteranos Carrie Fisher (Leia), Mark Hammill e Harrison Ford (Han Solo), e os novatos John Boyega (Finn), Daisy Ridley (Rey), Oscar Isaac (Poe Dameron), Adam Driver (Kylo Ren), Domhnall Gleeson (General Hux) e Gwendoline Christie (Capitã Phasma).

Esta foi a primeira aparição pública de Ford após sofrer um acidente com o avião que pilotava em março. "Estou bem. Caminhei até aqui, então quão mal posso estar?", brincou o ator.

Sobre voltar ao universo de "Star Wars", ele comentou que "deveria ter sido ridículo, mas tenho que dizer que foi ótimo". "Foi ótimo! Era a empresa certa, diretor certo, a história certa. Fiquei muito orgulhoso. Os originais realmente foram o começo da minha carreira e sou muito grato pela oportunidade que aqueles filmes me deram e pelo sucesso que fizeram. Então, [volta à saga] foi ótimo", completou, com a voz embargada.

Para Fisher, foi "como um flashback". "Foi um pouco como antes, mas estávamos mais... derretidos, de uma forma boa. Começamos de onde paramos, mas já havíamos parado há muito tempo. E às vezes nós três nos reuníamos e observávamos. Ficamos conhecidos como as pessoas do legado. Foi bom conhecer a nova equipe".

Os três veteranos da saga foram questionados sobre como imaginavam que seus personagens estariam. Ford confessou que nunca pensou sobre o assunto, porque não achava que faria outro "Star wars". Fisher revelou que esperava elementos mais femininos: "tratamentos faciais avançados, lasers capilares estranhos", brincou. Já Hammil esperava um destino difícil para Luke Skywalker. "Considerando que a única mulher que mexeu com ele foi sua irmã, acho que ele estaria morando sozinho, em um iglu no deserto, sem pessoas por perto, só androides".

Os jovens atores comentaram a experiência de atuar com os veteranos da saga: "Eles foram generosos, afetuosos e nos fizeram sentir parte desse universo", disse Ridley. "Minha melhor lembrança é de levar Harrison Ford a um restaurante nigeriano em Londres e todos ficaram olhando para ele. Uma das pessoas perguntou: 'você é o Harrison Ford?'. E ele respondeu: 'Eu costumava ser'", contou Boyega.

Boyega, que foi alvo de críticas de fãs que não gostaram de ver um ator negro como stormtrooper, foi defendido por Abrams: "Não escrevemos os personagens para ser de determinada cor. Queríamos que o filme parecesse com o mundo real". "Temos toda a intenção de de continuar colocando diversidade nas histórias", completou Kennedy.

Conhecida pelo papel de Brienne na série "Game of Thrones", Christie, que interpreta uma capitã dos stormtroopers, falou sobre atuar usando um capacete. "Foi a única oportunidade de explorar uma personagem que não se preocupa com a aparência. E acho incrível que por baixo da armadura de stormtrooper esteja uma mulher".

A equipe do filme ainda quase causou um ataque do coração em massa nos fãs, ao levar as mais de 6.000 pessoas que assistiam ao painel para um concerto ao ar livre com músicas da saga, com direito a sabres de luz para todos e fogos de artifício.

"Star Wars: Episódio VII - O Despertar da Força" estreia em 17 de dezembro.

Jesse Grant/Getty Images
A criatura Baba Joe entra no palco do painel de "Star Wars" na Comic-Con imagem: Jesse Grant/Getty Images

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo