PUBLICIDADE
Topo

Após polêmica, produtora de "Praia do Futuro" faz campanha contra homofobia

Do UOL, em São Paulo

21/05/2014 21h22

A produtora Coração da Selva, de "Praia do Futuro", lançou na noite desta quarta (21) uma campanha contra a homofobia em seu perfil no Facebook.

A campanha vem como resposta a um episódio que ganhou repercussão nas redes sociais, depois que um professor de João Pessoa publicou post relatando que, ao comprar ingresso para o filme, foi questionado por um funcionário da rede Cinépolis se sabia que o filme continha cenas de sexo homossexual.

"A gente sentiu que tinha uma reação ao filme que e achou importante se colocar. Não é sobre o fato que aconteceu em João Pessoa em si, mas é um debate importante, e se a gente pode avançar nesse debate, melhor", contou ao UOL o diretor de "Praia do Futuro", Karim Aïnouz.

O post na página de "Praia do Futuro" condena a homofobia e pede que os internautas se juntem à campanha: "Discriminação, intolerância, preconceito e ódio são coisas que devem ficar no passado. Faça parte da nossa campanha: tire uma foto com a hashtag # HomofobiaNãoÉANossaPraia e mande para nós". As fotos serão publicadas na página do filme no Facebook.

"Eu fiquei um pouco triste, porque eu acho que reduz um pouco filme, que traz tantas outras questões", disse Karim, sobre a temática homossexual ter levantado tantos debates. "Mas se tem uma reação contrária violenta de uma minoria, a gente tem que se colocar".

Para ele, a polêmica em relação à ao filme apresentar um personagem homossexual está restrita a um número muito pequeno de pessoas. "Prefiro colocar de outra maneira: acho muito bonito o interesse em torno do filme, a gente já fez um público maravilhoso no fim de semana". Em sua estreia, "Praia" foi visto por 39,9 mil pessoas e arrecadou R$ 572,8 mil.

De acordo com a assessoria do filme, o relato do professor de João Pessoa foi o primeiro a chegar até os produtores em relação a preconceitos com a temática do filme.

 

Em "Praia do Futuro", Wagner Moura vive Donato, um salva-vidas da praia de mesmo nome, em Fortaleza. Depois de não conseguir salvar um banhista alemão de afogamento, Donato se envolve com o amigo dele e parte para Berlim, onde decide ficar, deixando para trás o irmão mais novo. Como parte da trama, Moura aparece em cenas de sexo com o alemão Clemens Schick.

Na segunda-feira (19), o professor de turismo Iarlley Araújo foi abordado pelo atendente do cinema Cinépolis de João Pessoal, que o questionou se tinha conhecimento do conteúdo do filme: "Senhor, tem certeza que deseja ver esse filme?". "Eu respondi que sim e perguntei por que. Ele respondeu: 'Pois ele contém cenas de sexo homossexual'", contou o professor ao UOL. "Ainda questionei: 'E daí?'. E o funcionário respondeu que o índice de saída de pessoas durante o filme estava grande, e por isso estavam avisando". Em seguida, seu ingresso recebeu o carimbo "avisado". Araújo relatou o ocorrido em post no Instagram, o que gerou debate nas redes sociais sobre um possível preconceito com a temática do filme.

Questionada, a rede de cinemas Cinépolis disse que o episódio não foi fruto de preconceito. De acordo com Paulo Pereira, diretor de marketing e programação, a prática é um aviso para compradores de meia-entrada. Iarlley Araújo, que recebeu o aviso, rebateu a informação, dizendo que isso não havia acontecido com outros filmes de temática semelhante.

"O carimbo 'avisado' faz parte da política da rede para notificar o usuário da obrigação de apresentação da carteira de estudante para comprovar o direito à meia-entrada em suas sessões", disse ao UOL Pereira. "O evento ocorrido pontualmente não reflete, em nenhum momento, a cultura e valores da Cinépolis Brasil e de seus complexos e não tem o objetivo de notificar o espectador sobre o conteúdo e cenas contidas nos filmes. Além disso, todas as medidas para que tal questão não ocorra no futuro foram tomadas".

Ao UOL, Araújo confirmou a compra de meia-entrada para "Praia do Futuro", mas lembrou que não recebeu o carimbo ao adquirir ingresso com desconto no mesmo cinema para "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", filme de Daniel Ribeiro que também contém temática homossexual. "O aviso não necessariamente é positivo ou negativo, mas quando vi o ingresso carimbado 'avisado' me senti constrangido. Estavam questionando minha decisão", afirmou Araújo, que se disse contente com a repercussão e o debate gerados por seu post.

Debandada nas salas de cinema

Segundo Araújo, cerca de dez pessoas deixaram a sessão do filme no Cinépolis de João Pessoa logo após uma cena de sexo entre Wagner Moura e Clemens Schick. O colunista Anselmo Gois, do jornal "O Globo", relatou episódio semelhante ocorrido no domingo, no Cinemark do Plaza Shopping de Niterói (RJ), onde cerca de 40 pessoas teriam deixado a sala no meio da exibição.

Em entrevista ao UOL na semana passada, o diretor Karim Aïnouz fez questão de enfatizar que a homossexualidade do personagem de Wagner Moura não é central ao filme, apesar de ser "importantíssima", e disse que acredita que o filme "está suscitando um debate super bacana".

"Eu só torço que essa polêmica seja produtiva. Mas acho que ela já está sendo, já está colocando questões políticas importantes. Eu tinha vontade sim de fazer um filme político nesse sentido. Eu acho que é importante, que tem aí um panorama que precisa ser discutido, porque se fala pouco, mas o Brasil é um dos países mais homofóbicos do mundo", afirmou o cineasta.

Virou meme

A notícia do ocorrido com Araújo em João Pessoa virou meme e deu origem ao tumblr "Tem que Avisar", reunido sugestões de advertências que deveriam ser feitos nas bilheterias do cinema de acordo com o filme em cartaz. Na página, um telespectador de "X-Men", por exemplo, deveria ser avisado de que o filme contém cenas de apologia ao racismo; apologia ao genocídio; apologia à homossexualidade; e incitação à desobediência civil.

O tumblr "Tá Avisado" também aponta outras advertências que deveriam ser feitas pelos cinemas. Em relação a "O Lugar Onde Tudo Termina", o site sugere o seguinte aviso: "Senhor, o senhor está ciente que o Ryan Gosling só aparece até os 30 primeiros minutos do filme? Esteje avisado" (sic).

Meme Praia - Reprodução - Reprodução
Montagem com posts do tumblr Tá Avisado
Imagem: Reprodução