Filmes e séries

Jennifer Lawrence tem dia de "queridinha da América" e compara Oscar com Jogos Vorazes

Natalia Engler

Do UOL, em San Diego (EUA)

20/07/2013 18h49

A aguardada sequência de "Jogos Vorazes", "Em Chamas", fez uma parada no Hall H da Comic-Con neste sábado (20) antes de seguir para o cinema em novembro deste ano. Com a participação da vencedora do Oscar de melhor atriz deste ano, Jennifer Lawrence, o painel também contou com a presença de Lenny Kravitz, Liam Hemsworth e Josh Hutcherson.

"Ela está se sentindo inútil", contou Jennifer sobre sua heroína, Katniss, que agora vive na vila dos vencedores e está dividida entre Peeta (Hutcherson) e Gale (Hemsworth).

Foi exibido um trailer em que, entre outras cenas, vemos rebeldes pichando muros e enfrentando a policia, Katniss beijando Gale, Gale sendo chicoteado e os participantes da versão especial dos Jogos Vorazes, composto por antigos vencedores.

Sobre a cena de tortura, Hemsworth brincou "É ótimo voltar ao trabalho e apanhar por dias. Mas sério, você pensa que é só um filme e que não vai machucar, mas depois de alguns dias, qualquer coisa que joguem em você vai doer."

Jennifer também comparou a experiência de ganhar o Oscar com o tour dos vitoriosos em "Jogos Vorazes". "As apostas não são tão altas, mas tem algumas similaridades. Eu tive que usar todos aqueles vestidos e não me sentia eu mesma."

O painel teve seu momento de humor quando Jennifer contou sobre uma cena em que tem que ressuscitar Hutcherson. "Era uma cena muito emocional e quando eu fui beijá-lo, meu nariz escorreu e aquilo ficou pendurado entre o meu nariz e a boca dele. E balançava quando eu tinha que soluçar", disse, rindo.

Questionada sobre como é alternar grandes produções e filmes independentes, Jennifer respondeu com a franqueza de sempre: "Eu provavelmente não deveria dizer isso, mas é o que sempre faço. Às vezes ter muito dinheiro é um problema, quando você não tem muito dinheiro, tem que fazer e terminar o filme. Filmes de estúdio são tão grandes! Mas a comida é melhor e os trailers são maiores", brincou.

Já o cantor Lenny Kravitz mostrou que a diferença de idade não o impediu de se enturmar com o resto do elenco. "No Havaí, quando acabavam as filmagens, íamos para os quartos um dos outros e ficávamos conversando e aproveitando a companhia. Era muito muito divertido", contou.

Ele também afirmou que a participação no filme ampliou seu público. "Crianças de sete anos vêm falar comigo. É todo um novo público para mim."

No fim do painel, a rodada de perguntas da plateia acabou se transformando em uma série de declarações de amor por Jennifer, que mostrou que, ao menos na Comic-Con, continua sendo a "queridinha da América".

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Reuters
Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Cinebiografia a caminho
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
Roberto Sadovski
redetv
redetv
do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Topo