Cinema

Clássico alemão perdido é exibido no Ibirapuera; veja trechos

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Do UOL, em São Paulo

Considerado perdido por mais de 70 anos, um clássico do cinema mudo alemão poderá ser visto pelo público paulistano neste domingo (27), no lado externo do Auditório Ibirapuera, como parte da Mostra de São Paulo.

A exibição de "Nathan, o Sábio", será acompanhada por trilha composta especialmente para o longa pelo libanês Rabih Abou-Khalil, conhecido por suas composições que combinam as tradições musicais do mundo árabe com a improvisação do jazz e de técnicas clássicas europeias. A execução fica por conta da Orquestra Petrobras Sinfônica,  regida pelo maestro Carlos Prazeres.

Confira acima trechos do filme, divulgados com exclusividade pelo UOL.

"Nathan, o Sábio" foi adaptado por Manfred Noa da peça homônima do poeta alemão Gotthorld Ephraim Lessing, que aborda temas como a paz e a tolerância entre os povos. Tendo como pano de fundo a guerra religiosa entre cristãos, muçulmanos e judeus na Jerusalém do séc. 12., durante as cruzadas, tanto o filme quanto a peça apresentam uma solução pacífica para a convivência de cristãos, judeus e muçulmanos, obtida através da astúcia e perspicácia de seu personagem principal.

Com atores experientes no elenco, como Werner Krauss ("O Gabinete do Dr. Caligari", de Robert Wiene) e Carl de Vogt ("The Spiders", de Fritz Lang), o filme foi bem recebido pela crítica em Berlim, em 1922, mas teve problemas com o Comitê de Censura, que alegava que "Nathan, o Sábio" poderia causar distúrbios na ordem pública por tratar de questões religiosas e o acusava de fazer um retrato humanitário do judaísmo.

Depois da chegada de Hitler ao poder, não há registros de exibição do filme, que caiu no esquecimento junto com seu diretor, morto em 1930. Desaparecido desde então, o filme foi redescoberto apenas em 1996 pelo Film Museum München. Ele estava na coleção do Gosfilmofond, arquivo central do cinema russo, em Moscou, sob o título “A Tempestade de Jerusalém”. O órgão tinha feito uma cópia do negativo original, que estava bem deteriorada e com capítulos inseridos arbitrariamente, erro que o Film Museum München corrigiu, assim como as matizes coloridas originais. Essa é a cópia que será exibida na 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Serviço:

"NATHAN, O SÁBIO"
Quando:
dom. (27), às 20h
Onde: Auditório Ibirapuera (área externa) - av. Pedro Álvares Cabral, s/ nº, parque Ibirapuera, portão 3, tel. 3629-1075

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo